1 evento ao vivo

Primeiro amor, inesquecível amor, grande amor

26 abr 2019
09h00
  • separator
  • 0
  • comentários

Que privilégio ter vivido a experiência de um Primeiro Amor que passou por você e você nunca (nunca mesmo!) esqueceu. O primeiro que foi o último. Passou, mas no coração permanece, um sentimento que nunca desaparece, que vai ficar para sempre. 

Primeiro amor, inesquecível amor, grande amor
Primeiro amor, inesquecível amor, grande amor
Foto: iStock

Primeiro Amor que está guardado (inesperadamente, muitas vezes sem lógica ou razão!) na sua recordação. Segue, verdadeiro, como uma das melhores coisas que aconteceram. Destacado de todos os outros quando se pensa em paixão e romance. 

Primeiro Amor que, apesar de você não ter notícias há anos, longe dos olhos, quando menos se espera (ou se está preparado!) levanta o sopro de uma ventania na memória, segue como uma presença inesquecível no sentimento e na afetividade.

Por que, então, com essa força do sagrado e do eterno, grudado na gente, muitas vezes (aliás, na maioria delas) ele não está ao nosso lado? Por que não está dividindo conosco o cotidiano e as experiências do viver?

Respondo: porque, mesmo quando as pessoas são perfeitamente talhadas umas para as outras nesse plano encarnatório, elas precisam, em geral, passar por processos evolutivos, precisam liberar obstáculos anteriores que afastam e adiam a resolução amorosa.

Mesmo o mais arrebatador Primeiro Amor necessita, na dinâmica do carma, amadurecer: enfrentar desafios, cumprir tarefas (muitas vezes longas e desgastantes), obter reconhecimento e identificação. 

Essa trajetória, conjunto de missões espirituais, vai fortalecer a cumplicidade das almas, de maneira que, quando o vínculo definitivo se fizer (quando tudo se acertar!), não restará mais qualquer dúvida, desvio ou descaminho. Trata-se de jornada (normalmente atribulada) de luta, visando elevar o Primeiro Amor a Amor Definitivo, aquele que enfim permite que as Almas sigam, de abraço estreitado e mãos atadas, rumo ao infinito. 

Duas importantes: como se trata de trajeto longo e conturbado, muito cuidado para não deixar o desespero ganhar força e ocupar espaço. Nada de esmorecer. Separação, afastamento, rompimento, podem ser necessidades para, enfim, conseguir a união final, completa e perfeita, de pura energia positiva, aquela que realiza o Primeiro Amor, o Inesquecível Amor, como um Grande Amor. 

Quer saber mais sobre o trabalho de Marina Gold ou entrar em contato com ela, clique aqui.

Veja também:

 

Fonte: Marina Gold
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade