PUBLICIDADE

Por que o Tarot funciona?

A magia do Tarot se dá no ato de fazer do acaso o centro do seu funcionamento; entenda por que esse acaso é confiável

29 nov 2021 17h18
ver comentários
Publicidade
Foto: Personare

Há quem desdenhe do Tarot. E isso é absolutamente normal, já que quem não conhece a fundo alguma coisa tende a denegri-la ou agir com indiferença em relação a ela. Mas é pertinente a dúvida: é saudável confiar em meros papéis coloridos misturados? Ou, por que o Tarot funciona?

O Tarot é um repositório de sabedoria mas, antes e depois disso, é uma espécie de enciclopédia de experiências humanas. As cartas fazem parte de um sistema fechado (os 78 arcanos, divididos em Maiores e Menores) e independem de outros saberes para traduzi-las.

A relação de uma carta com outra sempre vai combinar símbolos e então gerar novas emoções e novo conhecimento a cada abordagem, seja por uma pessoa leiga ou por uma familiarizada com os seus símbolos.

Para saber mais sobre Tarot, você pode fazer o Curso Básico de Tarot clicando aqui!

A seguir, entenderemos mais sobre o funcionamento da leitura de Tarot e por que, afinal, ela funciona.

Por que o Tarot funciona?

Uma das respostas mais claras seria que sim — da mesma forma que se confia em escrituras sagradas, sutras e na palavra de representantes religiosos: absorvendo aos poucos as informações e refletindo seriamente sobre o que é lido ou falado.

Se há alguma magia no Tarot, ela se dá no ato de fazer do acaso o centro do seu funcionamento, ou seja, no embaralhamento. Depois dele, as cartas propícias são sorteadas, como se pelo acaso fosse determinada qual a mensagem que nos chega.

O Tarot é como uma maquete de nossas vidas. A partir do momento em que as cartas são sorteadas, é montado um esquema em miniatura das situações, das sensações, dos sentimentos e das intenções, tanto nossas quanto das pessoas envolvidas.

A ideia do oráculo como mapa é que nos faz perceber até que ponto esse esquema vai atuar, que é o prazo estipulado de tempo. O Tarot Mensal é uma de nossas ferramentas indispensáveis para administrar seu mês. Faça aqui a sua análise!

Independente da temporalidade adotada, as cartas do Tarot são indicadores do que ocorreu, do que ocorre e do que tende a ocorrer.

Prestar atenção aos seus símbolos é tão promissor quanto ouvir um sermão, ler um bom livro e participar de uma conversa produtiva: ainda que nem toda informação seja aproveitada, boa parte dela irá de encontro com o que você precisa saber naquele momento.

O grande poder de um instrumento como o Tarot está na capacidade de tornar claro o que está no nosso caminho - tanto as pedras quanto as oportunidades de sucesso.

E para obter esse poder, é indispensável ler, reler e ouvir atentamente o que as cartas têm a dizer. E elas sempre dirão tudo aquilo que precisamos saber. Basta atenção, humildade e aceitação — as três condições de um discípulo diante de um mestre.

Se quiser ir se preparando para o novo ano, veja aqui as previsões do Tarot para 2022 sabendo das principais tendências e com as orientações necessárias para alcançar seus propósitos.

Leo Chioda (l.chioda@personare.com.br)

- Leo Chioda é escritor e um dos principais tarólogos em atividade no Brasil. Graduado em Letras pela UNESP, atualmente desenvolve uma tese sobre poesia e alquimia na USP. Assina o blog e as redes sociais do Café Tarot desde 2006, onde publica associações entre os arcanos e a cultura popular, a literatura, a música e o cinema.

Personare
Publicidade
Publicidade