PUBLICIDADE

Previsões de 2022: estruturas econômicas passam por mudanças

Os EUA, que sempre definiram os caminhos da economia mundial, mais uma vez é fortemente balançado por Plutão em fevereiro de 2022

5 jan 2022 09h00
ver comentários
Publicidade

Alguns economistas consideram a crise econômica de 2008, a pior desde a Grande Depressão. 2008 foi o ano em que a bolha imobiliária americana explodiu e o ano que, não coincidentemente, Plutão, o planeta que, a princípio destrói a fundação de tudo o que toca para o início de um processo intenso de transformação, entrou em Capricórnio, signo que rege as grandes estruturas econômicas. Plutão em Capricórnio chegou para criar um terremoto e minar as bases da economia mundial, que desde então, não foi a mesma.

Plutão continua em Capricórnio durante todo 2022, deixa Capricórnio por alguns meses em 2023, quando entra em Aquário, mas ainda retorna a Capricórnio para aparar algumas arestas que possam ainda existir. Plutão entra, definitivamente, em Aquário, a partir de 2024. Vamos lembrar que a pandemia começou a partir da conjunção de Saturno e Plutão, dois planetas que balançam estruturas, em Capricórnio. E, novamente, a economia mundial passa por dificuldades e novos ajustes. E, felizmente ou infelizmente, isso vai continuar enquanto Plutão estiver nesse signo e as mudanças a nível mundial continuam. 

Mais sobre 2022: estruturas econômicas passam por grandes mudanças no mundo
Mais sobre 2022: estruturas econômicas passam por grandes mudanças no mundo
Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil

Os EUA, que sempre definiram os caminhos da economia mundial, mais uma vez é fortemente balançado por Plutão em fevereiro de 2022, quando o país vive o regresso de Plutão, ou seja, quando Plutão em trânsito se une ao Plutão natal do país. Isso acontece a cada 225 anos, que define um ciclo de Plutão através do zodíaco. 

Plutão é o regente de Escorpião, signo que rege a morte e o renascimento e, fazendo aspecto com Plutão no mapa natal dos EUA, podemos esperar por um novo terremoto econômico. As estruturas do mundo capitalista, felizmente para uns e, infelizmente para outros, certamente, vão rachar em alguns países e quebrar em outros. O mundo capitalista, assim como toda economia já conhecida, tem seus dias contados. 

Com a passagem de Urano em Touro, Urano como o destruidor de estruturas obsoletas e Touro como um signo que também rege a economia, podemos esperar por inovadoras maneiras de lidarmos com o dinheiro. Esse processo já começou com o evento da pandemia, mas ganha força e destaque em 2022. 

Como tenho dito a todos vocês, caminhamos para a construção de um novo paradigma social e econômico e o processo de mudança se torna mais evidente e, por que não, eficiente, a cada ano que passa. Mas antes das novas estruturas serem construídas, antigas estruturas devem ser destruídas e a humanidade como um todo, já presencia esse processo.

Fonte: Eunice Ferrari
Publicidade
Publicidade