PUBLICIDADE

Como será 2022 segundo a astrologia chinesa?

O Ano Novo chinês começa em 01 de fevereiro e será regido pelo Tigre, que simboliza a luta pela reconquista de direitos

30 dez 2021 09h00
ver comentários
Publicidade

É sempre difícil fazer previsões para um ano que começa desde o evento da pandemia no planeta. Pela astrologia ocidental, teremos Mercúrio como planeta regente do ano que começa em 20 de março. Mercúrio é um planeta leve, simbolizado por um deus que tem asinhas nos pés ou no capacete. Um planeta que inspira liberdade e que rege nossa mente, as trocas intelectuais, o movimento e, vejam só, a respiração.   

Pela astrologia chinesa, o ano novo começa no dia 01 de fevereiro e será regido pelo Tigre, que simboliza a revolta, a luta pela liberdade e vejam só, pela reconquista de direitos que, porventura foram perdidos em um ano mais conservador como 2021, regido pelo Búfalo. Um ano regido pelo Tigre nos deixa mais voltados para a liberdade e a justiça. 

O Ano Novo chinês começa em 01 de fevereiro e será regido pelo Tigre, que simboliza a luta pela reconquista de direitos
O Ano Novo chinês começa em 01 de fevereiro e será regido pelo Tigre, que simboliza a luta pela reconquista de direitos
Foto: GooKingSword/Pixabay

É claro que com Mercúrio regendo este mesmo ano, podemos esperar por um ano de intensa comunicação, de gritos de liberdade e independência distribuídos pelo planeta. Os conservadores podem começar a ficar preocupados, pois o Tigre chega para abrir espaços para que novos comportamentos e valores possam entrar. O elemento água também domina 2022 pela astrologia chinesa, portanto, podemos esperar por emoções intensas e inflamadas, que devem ser observadas, para não perdermos o controle. 

Na astrologia ocidental, sabemos que, desde 2020, a partir da quadratura entre Urano em Touro e Saturno em Aquário, temos vivido tempos em que novos e antigos valores brigam entre si pela supremacia. Esse tenso aspecto entre esses dois poderosos titãs tem nos remetido a uma profunda reflexão sobre o que devemos deixar no passado e o que devemos manter e/ou abrir espaços para entrar em nossas vidas. O Universo nos pede mudanças rápidas. 

Mudanças importantes como a maneira que exploramos os recursos no planeta Terra, como exploramos os animais e, principalmente, como exploramos o nosso próximo. As mudanças de comportamento levarão à construção de um novo paradigma, de uma nova sociedade e coletividade humana. A tensão que o difícil aspecto entre Urano e Saturno provoca em nós, nos empurra para escolhas que nos levam a mudanças importantes em nossa vida pessoal e coletiva. 

Este será um ano de grandes movimentações, organizadas ou não, pois estamos falando do Tigre, que é um revolucionário e extremista. Com a influência de Urano (nosso eterno revolucionário) pressionando Saturno (o mais conservador de todos os planetas), podemos, certamente, esperar por uma vitória uraniana, pois Urano rege Aquário e, em Touro, ele derruba o status quo. Nossa maneira de lidar com o dinheiro, certamente não será a mesma daqui a poucos anos. 

O melhor do Tigre, é que toda revolução que ele provoca, tem um ideal elevado; portanto, podemos esperar por mudanças transformadoras em nós e neste pequeno planeta que vivemos. Como estamos falando de um Tigre de água, podemos esperar por alguma flexibilidade, capacidade de contornar obstáculos e de adaptação. 

Esperamos que seja um ano de muito movimento e que todos consigamos respirar profundamente, no sentido simbólico e na prática.

Fonte: Eunice Ferrari
Publicidade
Publicidade