0

Esotérico

'Traga o amor-próprio de volta', aconselha vidente!

Srdjana1 / iStock
16 mar 2018
12h20
  • separator
  • comentários

Ao perderem um grande amor, é bastante comum as pessoas procurarem auxílio de um consultor esotérico. A dor da separação, a perplexidade dos planos que afundam, o sofrimento de ser descartado por outro, são componentes psicológicos que, num repente, desestabilizam as pessoas, mesmo as mais fortes e independentes: muitas, então, buscam ajuda.

Depois do choque, surge uma vontade de explicar e entender o que aconteceu: a solidão e o abandono causam atordoamento e dificultam a compreensão. Tudo faz falta: aquela voz carinhosa, o abraço aconchegante, a mão quente e protetora, a cumplicidade e harmonia em tantas situações. A consciência do vazio é trabalhosa, exige uma reorganização total de vida.

Nessa nova e infeliz circunstância surge, infalível, a pergunta, que muitas vezes nem tem mais razão para ser feita: a pessoa amada volta para mim?.  A resposta deve ser: sim, você ainda pode viver um verdadeiro amor, desde que ele tenha como complemento a pessoa certa.

E a pessoa certa pode ser, outra vez, aquela com quem já se viveu uma aventura apaixonada? Sim, pode. Não é muito comum, mas, em circunstâncias pouco usuais, pode ser sim. Agora, atenção e cuidado redobrado: essa possibilidade está bloqueada, para seu próprio bem e progresso espiritual, caso se trate de uma pessoa que se afastou virando as costas sem nenhuma consideração, sem dar valor ao encanto vivido, sem mostrar que sentirá saudades.

O risco aumenta porque quando estamos tomados pela dor não percebemos quanto amor, respeito e estima por nós mesmos pode nos faltar naquele momento. Assim, fragilizada, a pessoa abandonada se torna alvo fácil e manipulável para quem está jogando com seus afetos. Para não piorar a situação, deve blindar seu coração, dar tempo ao tempo, silenciar, recolher-se e apenas reposicionar as coisas quando a tempestade passar.

Enquanto isso, deve aprender e praticar a receita infalível para trazer o verdadeiro amor de volta. Ela é simples: se amar muito, se valorizar e esperar serenamente por alguém que realmente mereça e queira ter uma relação séria, com confiança e reciprocidade.

Quer saber mais sobre o trabalho de Marina Gold ou entrar em contato com ela, clique aqui.

Veja também

Fonte: Marina Gold

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade