0

O Carnaval já passou: qual é sua desculpa para 2020?

5 mar 2020
09h00
atualizado em 6/3/2020 às 18h19
  • separator
  • 0
  • comentários

“Só depois do Carnaval que vou começar a pensar no assunto”. Esta foi a frase que escutei dias atrás de um cliente de Coaching que me procurou para orientá-lo a ter sucesso na vida sentimental e profissional.

Quando cobrei dele decisões que fazem parte do processo de Coaching, a resposta foi “só depois do Carnaval”. E o pior que boa parte dos brasileiros dão esta desculpa no inicio do ano. Poderiam por uma lei que antes do Carnaval: “nada funciona do Brasil”.

O que é uma mentira. Desde o dia 2 de janeiro o Brasil funciona normalmente. O que não funciona é um monte de “gente malandra” que não quer ter responsabilidades ou tomar decisões mais sérias na vida. Pelo menos não antes do Carnaval.

Foliões se divertem com o Bloco da Pabllo na zona norte de São Paulo
Foliões se divertem com o Bloco da Pabllo na zona norte de São Paulo
Foto: ANANDA MIGLIANO / O FOTOGRÁFICO/ESTADÃO CONTEÚDO

Aí pergunto ao Universo, como alguém poderia explicar por que o ser humano inteligente, lógico e vencedor, na teoria, dá mais desculpas do que soluções para problemas e desafios no dia a dia? E falo de dar desculpas tanto no trabalho como na vida pessoal.

Haja falta de responsabilidades sobre sua vida, ações e atitude. E uma perda de tempo também, pois no final vai fazer o que se algo é mesmo sua responsabilidade? Pior ainda quando queremos ter sucesso e vencer na vida e ficamos dando “mil desculpas” para não agir. Tipo “ só depois do Carnaval”. Como o Carnaval passou, a próxima desculpa e só depois da Páscoa.

Canso de escutar desculpas de meus clientes de coaching holístico sobre o porquê de não vencerem na vida ou o porquê de não fazerem sua parte da história para vencer. E de nada adiantar alertar que eles têm que agir mais do que dar desculpas. Só quando “o sapato aperta” é que eles param de reclamar e começam a agir.

Tudo em nossa vida pode ser traduzido pela palavra energia. Quando comentamos um acontecimento de fracasso ou de sucesso em nosso dia a dia profissional ou pessoal, usamos muito as frases:

- "Não coloquei muita (ou minha) energia no assunto";

- "Coloquei toda a energia no assunto e venci (ou realizei, consegui etc.)".

Sucesso e fracasso dependem basicamente de nós e de nossa energia. Só que, infelizmente, é muito mais fácil para o ser humano colocar mais energia no fracasso ou na desculpa por fracassar.

Você já notou como temos uma desculpa na ponta da língua para explicar o porquê de não alcançar nossos objetivos, de não realizar nossas tarefas profissionais, de não conseguir subir na vida, de não ficar rico, de não comprar um carro ou a casa dos sonhos? Isto quando não responsabilizamos o governo, nosso colega de trabalho, marido ou companheira por nossos fracassos.

Enfim, a desculpa de não realizar algo pessoal ou de ter sucesso profissional já é uma "instituição nacional". E o pior: desculpas bloqueiam nossas energias.

No final dos anos 80 (faz tempo!), um artigo do consultor de empresas Roberto Cintra Leite descreveu as desculpas existentes dentro das empresas e a facilidade das pessoas em justificar seus erros, omissões e incompetência, empurrando o "mico" para os outros e seus efeitos nefastos para a organização.

No início do artigo, ele escreve que uma das coisas mais irritantes nas empresas é o perfil psicológico de funcionários que querem se eximir de suas responsabilidades, colocando a culpa nos "outros".

"Passar o mico" é devolver a tarefa ao seu chefe ou a seus pares, contando com uma das desculpas tradicionalmente aceitas na cultura das empresas brasileiras.

O consultor reuniu as desculpas mais comuns em uma empresa e criou a "Tabela de Desculpas", que continua atual e vale a pena conhecer:

1. Ainda não fui informado;

2. Estou tão ocupado que não tenho tempo;

3. Estou com tanto trabalho que não posso fazer;

4. Não sabia que você tinha tanta pressa;

5. Ainda estou aguardando aprovação do "chefe";

6. Estou aguardando meu chefe chegar para lhe perguntar;

7. Ninguém me disse que era para continuar;

8. Sempre fiz desta maneira;

9. Como poderia saber que não era assim?;

10. Esqueci!;

11. Pensei que já havia dito;

12. Achei que não era importante;

13. Este não é meu trabalho;

14. Não compete ao meu departamento;

15. Não fui contratado para isto.

Com certeza, uma pessoa que queira ter sucesso na vida não vai gastar sua energia nem seu tempo com estas desculpas.

Mas, se você por acaso adorou as desculpas anteriores, seguem abaixo "As Desculpas dos Fracassados":

1. Quando eu receber aumento;

2. Quando eu me casar;

3. Quando eu comprar um carro novo;

4. Quando eu liquidar minhas dívidas;

5. Quando eu ficar bem de saúde;

6. Quando eu mudar de casa;

7. Quando eu montar meu negócio;

8. Quando eu tirar minhas ferias;

9. Quando eu receber meu diploma;

10. Quando eu melhorar de vida.

Para o otimista, a verdade é outra. Para ele, não existe quando, mas sim o agora. O otimista enfrenta com fé e firmeza e acaba vencendo.

Para findar, você em Turma? Dos Fracassados ou dos Vitoriosos?

Reflita. Decida. E Sucesso.

Ou até 2021, pois já tem gente falando que em 2020 nada acontece.

Ficou com dúvida ou pergunta? Quer saber mais sobre o trabalho de Franco Guizzetti? Orientação Pessoal, Tarot, Feng Shui, Hipnoterapia e Coaching Holístico? Valores dos Atendimentos? Entrar em contato com ele, franco.guizzetti@terra.com.br.   

Siga nas Redes Sociais: https://www.facebook.com/franco.guizzetti.9

Visite nosso Canal no Youtube: https://www.youtube.com/channel/UC2wrdI3wulhPFCEAGLHwtNg?view_as=subscriber

Veja também:

Ator de Star Wars em The Witcher?

 

Franco Guizzetti Franco Guizzetti
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade