0

Astrologia e coronavírus: o que os astros nos dizem?

Opinião da astróloga Eunice Ferrari

17 mar 2020
12h42
atualizado em 23/3/2020 às 18h44
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Para quem me acompanha aqui no canal do Terra, onde estou há 15 anos, sabe que não gosto de me envolver em assuntos polêmicos utilizando da astrologia. Mas considero este momento como uma exceção. Por isso, darei alguns conselhos baseados naquilo que costumo fazer diariamente há 35 anos: ler os astros e transmitir essa leitura a vocês – claro que com possibilidade de cometer alguns erros.

Então vamos tentar compreender o que o movimento dos planetas, neste momento, diz a todos nós, através de tudo o que está acontecendo.

Há poucos dias da entrada de Saturno em Aquário, onde permanecerá por três meses, e que esteve em Capricórnio nos últimos dois anos e três meses, enfrentamos um dos mais graves problemas da era moderna, a primeira pandemia do século XXI, o coronavírus.

Desde que Plutão entrou em Capricórnio, em outubro de 2008, sua tarefa era destruir algumas instituições e sistemas, que não terão nenhum valor com a proximidade da nova era, a Era de Aquário. Vocês devem estar lembrados da crise mundial que entramos nesta data, e que começou com a crise imobiliária americana. Conseguimos contornar, mas não aprendemos absolutamente nada com ela.

Vamos lembrar que Urano está em Touro. Urano é um planeta de rupturas inesperadas, situações incontroladas e inevitáveis, que quebra de sistemas antigos e ultrapassados e chegada do novo, sem aviso prévio. Touro é um signo de estabilidade, um signo de dinheiro. Urano chegou em Touro prometendo mudanças na maneira de lidarmos com o dinheiro e o sistema, que passa por algumas quebras e rupturas, abrindo espaços para novas maneiras de lidar com a economia.

Saturno ainda está em Capricórnio, junto com Marte, Júpiter e Plutão, quatro deuses poderosos e voluntariosos em um signo conservador, de estruturas, que regem as grandes instituições e sistemas.

Se é o coronavírus que vai trazer as mudanças que temos esperado desde 2008, não sabemos. Contudo, certamente a lição que estamos aprendendo já faz parte da entrada de Saturno em Aquário.

Sinto como se Saturno dissesse a Plutão: "Vou até ali, em Aquário, ensinar uma liçãozinha a todos eles, já que não entenderam nenhum de nossas mensagens". Saturno é o Mestre sem piedade, como Plutão, traz ensinamentos que envolvem a evolução de nossa alma, da alma da humanidade, ou seja, da evolução planetária.

A mensagem de Aquário é a mesma que a da Revolução Francesa, pois Urano, seu regente, foi descoberto nesse período. Liberdade, igualdade e fraternidade é o grito de Aquário e deve ser nosso aprendizado até colocarmos os pés definitivamente na Nova Era. Se não é por bem, é por mal.

O coronavírus vem nos ensinar o valor da liberdade através da prisão domiciliar que todos estamos sendo obrigados a cumprir. A igualdade através da ausência total de discriminação desse vírus, que atinge ricos, pobres, negros, amarelos, brancos, jovens e velhos. E a fraternidade no sentido de sabermos que estamos todos no mesmo barco e que devemos, como seres humanos indistintos neste planeta, darmos as mãos. Caso contrário, não teremos salvação.

Saturno nos dando uma lição para nunca mais esquecermos, a de que somos pobres e arrogantes, somos frágeis e como são frágeis o sistema e os valores que construímos.

Os impactos do novo coronavírus no Brasil
Os impactos do novo coronavírus no Brasil
Foto: Estadão

O poder, decididamente, não está em nós. Devemos todos refletir profundamente sobre isso. É necessário resgatarmos a necessidade da consciência de coletividade, de revermos nossos valores, de darmos a devida importância àquilo que é, verdadeiramente importante.

O momento é sério. Não podemos negligenciá-lo como muitos vêm fazendo. Plutão nos obriga a ajoelhar diante de seu poder. E é exatamente isso que devemos fazer: obedecê-lo. Sigam as recomendações de quem entende do assunto, tomem cuidados redobrados com as fake news e os falsos profetas, muitas vezes revestidos de poderosos, políticos e religiosos. É hora de baixarmos nossas cabeças e narizes diante de uma força maior do que nós.

No dia 22, Saturno deixa Capricórnio e começa uma breve caminhada de três meses em Aquário. Pelo que estou entendendo de seu recado, ele chega para nos ensinar o sentido de coletividade, de irmandade, de humanidade,. Devemos estar atentos aos sinais que Saturno nos envia, pois, desta vez, ele fica por três meses. Mas, a partir de 19 de Dezembro deste ano, ele entra em Aquário e lá permanecerá não por três meses, mas por três anos. Portanto, é preciso aprender a lição desta vez, caso contrário ela será ainda mais difícil na próxima vez que formos obrigados a "apanhar". Aprender é preciso, conscientizar-se é necessário.

Neste momento, cuidar de nós mesmos é cuidar de toda humanidade, pois cada um de nós pode impedir a transmissão.

Responsabilidade e comprometimento são as palavras de Saturno, que entra em Aquário, o signo da Nova Era e nos mostra que cabe a cada um de nós, aprendermos definitivamente a nos responsabilizarmos pela nossa vida, pela vida de todos e de todo planeta.

Diário do coronavírus em Wuhan: a história de um casal em quarentena onde tudo começou



 

Fonte: Eunice Ferrari
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade