PUBLICIDADE

As afinidades e o encontro de almas acontecem só no romance?

Veja como mesmo em uma relação superficial é possível ter conexão com o outro

5 out 2021 18h02
ver comentários
Publicidade
Veja como mesmo em uma relação superficial é possível ter conexão com o outro - Shutterstock
Veja como mesmo em uma relação superficial é possível ter conexão com o outro - Shutterstock
Foto: João Bidu

Neste mês de outubro, explore a maneira como suas relações se dão. Que estrutura elas têm, se são leves, se são conexões significativas, se são do tipo que faz a vida ter uma direção para te levar para frente, aos êxitos, paz e bem.

Este tipo de relação tem, sim, uma fundamentação na sorte, pois são sinais de relações profundas com outros seres que ocorrem de maneira pura, do ser pelo coração.

JÁ CONFERIU O HORÓSCOPO DE HOJE NO SITE DO JOÃO BIDU? VEJA AS TENDÊNCIAS ASTRAIS PARA O SEU SIGNO!

Imagine se todas as relações que você conquista, cria e atrai fossem limpas e puras, vindas do coração, que tipo de vida você teria?

Geralmente se pensa em encontro de almas, a nível romântico, mas engana-se! Os encontros de almas se dão das formas mais variadas e quanto maior a afinidade, maior a pureza e o retorno em contribuir para que seja alguém melhor, maior os sinais.

Mesmo que seja uma relação superficial a afinidade pode ocorrer. Imagine a manicure que cuida das suas unhas ou o profissional que cuida dos seus cabelos, por exemplo. É natural até que não se encontrem com frequência, ou que seja apenas uma relação profissional, mas é tão intensa a afinidade, é um momento que passa rápido, de tão proveitosa a troca, a conversa, a energia, se te faz sentir melhor, é sinal de uma alma que afiniza com a sua.

Muitas famílias não têm entre seus membros essa conexão afetiva a ponto de serem almas similares. Assim, é complicada a jornada na rotina de convivência, especialmente se existe uma falta de diálogo muito expressiva. Neste caso, são relacionamentos que progressivamente vão adoecer e prejudicar a confiança, a fé no próximo e criar um isolamento entre os pares dentro da família.

Antes que isso possa acontecer, além de procurar entender as limitações daquela outra pessoa, também é importante que compreenda o quão significativo é trabalhar o desprendimento do que o outro não faz ou mesmo diz de forma pejorativa, Para isso, um primeiro filtro é entender que a verdade do outro não precisa ser, necessariamente, sua. Pessoas são limitadas, suas percepções são muitas vezes errôneas e se deixar tomar pelo que o outro sente, simplesmente pode travar a sua vida.

Para entender se existe uma conexão de almas afins em torno de você, procure analisar como as pessoas te fazem se sentir, se bem, muito bem, te elevam e te transmitem algo profundo e de boa onda, são grandes indícios de que sim, é um encontro ou até um reencontro.

Para sanar relacionamentos que te machucam, primeiro, desarme os gatilhos emocionais que acabam gerando brigas. Depois, dê espaço para a outra pessoa, reorganize suas obrigações, seja uma pessoa contributiva e faça a sua parte.  Em geral, isso já ajuda a amenizar o impacto. Além disso, a nível espiritual,  tenha um potinho com enxofre escondido dentro de casa, em local que você e a pessoa no geral, se relacionam mais, troque de mês em mês, e se puder enterre o conteúdo do potinho. Ele servirá como um purificador muito importante e a tendência é que a paz volte a se manifestar.

Vai melhorar, a força que aproxima ou repele pessoas é muito forte, pode gerar prejuízos sim, mas com sabedoria você pode fazer a sua parte de um jeito melhor e diferente, acredite, fará absolutamente, toda a diferença.

E, por fim, construa relações profundas e significativas, faça pessoas felizes, desperte nelas a confiança de que você é sim, uma alma tão boa e nobre que é pra ela uma alma amiga com todas as afinidades.

TEXTO: Michele Sensitiva

João Bidu
Publicidade
Publicidade