0

No Dia dos Pais, homenageie também os pais espirituais

É o momento de pensar e se deixar inspirar pela dimensão simbólica da comemoração

9 ago 2018
09h00
  • separator
  • comentários

O Dia dos Pais se aproxima. Data de sensibilidade espiritualizada. Ligada a processo de força, coragem e outras tantas qualidades positivas.

Na proximidade do Dia dos Pais, homenageie também os pais espirituais
Na proximidade do Dia dos Pais, homenageie também os pais espirituais
Foto: freemixer / iStock

É o momento de pensar e se deixar inspirar pela dimensão simbólica da comemoração, entendida como metáfora, lição e modelo que todos devem carregar pela vida afora. Pai, exemplo maior, baliza de confiança em meios às tempestades da navegação arriscada pela qual avançamos.

É data de energia, reorganizadora da forma como compreendemos o mundo, como constituímos nosso Ser e nossas Escolhas. Mesmo quem não conheceu o próprio pai (lembro que no Brasil, por volta de 20% das certidões de nascimento permanecem com aquela linhazinha para o “nome do pai” em branco) tem, na esfera espiritualista, uma figura tutora.

As correspondências entre a realidade terrena e a realidade superior não são diretas como, ingenuamente, se pode pensar. A questão da paternidade metafísica difere da concreta. No domínio do espiritual não há linha em branco em nenhuma certidão de nascimento.

O nome ali escrito, o “nome do pai”, em geral não é único e provém de variadas fontes: gente antiga, espíritos evoluídos, mestres de bondade, imensas luzes meritosas, antepassados terrenos, laços e contratos anteriores de amizade e dívida cármica.

Assim, nesses dias que homenageiam e festejam pais e paternidades, que tal refletir sobre nossas filiações esotéricas, buscar elevação? Quem nos dá nome de batismo na nossa certidão de nascimento espiritual? Quem são esses pais ocultos que precisamos amar incondicionalmente.

É nossa tarefa localizá-los em nossos corações, parabeniza-los e retribuir todo carinho e acolhimento que proporcionaram, proporcionam e proporcionarão para nossas almas.

Neste dia especial, lembre também de suas filiações de plano superior. São influências bastante poderosas que te auxiliam e giram a roda do teu destino, trabalhando, com grandeza, na tarefa de transmitir adiante e cuidar da centelha sagrada da vida.

Quer saber mais sobre o trabalho de Marina Gold ou entrar em contato com ela, clique aqui.

Veja também:

 

Fonte: Marina Gold

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade