3 eventos ao vivo

Faça oração de Santa Rita de Cássia para causas urgentes

22 mai 2018
08h00
  • separator
  • comentários

Rita era filha única, nasceu em maio de 1381, na Itália – em Roccaporena,  perto de Cássia, não muito longe de Roma, no sudeste da montanhosa região da Úmbria. Seus pais, Antônio Mancini e Amata Ferri, casal de muita fé, formou a filha no caminho da devoção.

Santa Rita de Cássia
Santa Rita de Cássia
Foto: Facebook/@Santa Rita de Cassia / Reprodução

Rita queria ser religiosa, mas seus pais, como era costume na época, escolheram para ela um marido. Paolo Ferdinando não foi uma boa opção, era um infiel e bebia demais. Nos dezoito anos de casamento, Rita demonstrou enorme paciência e resignação diante de tudo que sofreu.

Por fim, a bondade e o amor de Rita transformaram aquele homem rude e bruto. Paolo se converteu e mudou sua vida de tal forma que as amigas de Rita, mulheres dos vilarejos, também desconhecidas, algumas vindas de bem longe, buscavam seus conselhos.

Mas, a vida religiosa de Rita, ainda progrediria bastante. Em curto tempo, morreu seu marido e, também, os dois filhos. Ela, sozinha, escolheu entrar para o convento das irmãs Agostinianas em Cássia. As irmãs, porém, estavam em dúvida sobre sua vocação, visto que tinha sido casada.

Certa noite, impedida de obedecer ao chamado que sentia desde menina, Rita, dormindo, ouviu um chamado: “Rita. Rita. Rita”. Acordou, abriu a porta e se deparou com três grandes santos: São João Batista, São Nicolau e São Francisco. Eles pediram que ela os seguisse. Com o auxílio de um trio desses, nenhuma porta ou freira poderia negar sua entrada. Irmã Rita viveu como Agostiniana por quarenta anos.

Duvidando da verdadeira vocação da Irmã Rita, a superiora mandou-a regar um pedaço de madeira seca que estava no jardim do convento. Ela deveria fazer aquilo por um ano. Irmã Rita obedeceu com paciência e amor. Depois de um ano, para espanto de todos, o galho se transformou numa videira que dá uvas até hoje.

Irmã Rita plantou, em 1417, uma roseira. O surpreendente é que, nesse pé, as rosas brotam mesmo no inverno. Essa roseira continua dando rosas em todo inverno até os dias de hoje, flores que simbolizam a intercessão de Santa Rita pela conversão dos pecadores e a bondade de seus corações.

Orando aos pés da cruz, Irmã Rita pediu a Jesus que pudesse dividir um pouco das dores que ele sentiu na crucificação. Então, um dos espinhos da coroa cravou-se em sua testa, deixando uma chaga que acompanharia sempre a religiosa.

No dia 22 de maio, de 1457, o sino do convento começou a tocar sozinho. Irmã Rita morreu com 76 anos. Sua ferida fechou e seu corpo começou a exalar um perfume de rosas.

Em 1900, Santa Rita de Cássia foi beatifica. A poderosa medida de fé que lhe devotam pode ser reconhecida, por exemplo, na cidade de Santa Cruz, Rio Grande do Norte. Lá, no coração do Sertão Nordestino, com 56 metros de altura (acima do Cristo no Rio de Janeiro, tão grande quanto a Estátua da Liberdade em Nova York) está a maior estátua católica do mundo.

Na data de sua festa, 22 de maio, dia de Santa Rita de Cássia, é uma emoção dividir com meus queridos leitores uma oração que me apresentaram há muito tempo, como pedido de auxílio e socorro à “advogada das pessoas com problemas insolúveis”:

Oração à Santa Rita de Cássia

Abençoada Santa Rita de Cássia! Auxilia-me!

Invoco sua constância e virtude

Sua luz e fé

Sua bondade e dedicação

Sua doação e pureza

Sua proteção e amor

Abençoada Santa Rita de Cássia! Auxilia-me!

Peço que interceda junto a Deus

Para que me conceda a graça

De que tanto necessito

Preciso... [fazer o pedido]

Quer saber mais sobre o trabalho de Marina Gold ou entrar em contato com ela, clique aqui .

Veja também

Fonte: Marina Gold

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade