2 eventos ao vivo

Entenda como sintomas e dores no corpo podem estar relacionados às emoções

A psicossomatização pode desencadear dores no corpo a partir de sentimentos

11 jun 2020
10h50
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
As dores no corpo podem ser causadas por fatores emocionais - Crédito: Dmytro Zinkevych/Shutterstock
As dores no corpo podem ser causadas por fatores emocionais - Crédito: Dmytro Zinkevych/Shutterstock
Foto: João Bidu

Quando as coisas não estão muito bem e saem do controle, na maioria das vezes ficamos abalados tanto física quanto psicologicamente. Em alguns casos, após um impacto emocional, podemos ter uma dor de garganta, um resfriado, ou até mesmo outras manifestações físicas.

O fato é que, quando a boca cala, o corpo fala - e às vezes até grita não é mesmo? Lembre-se de que pensamento gera sentimento e gera comportamento. Nossa mente e nosso corpo estão conectados e o último reage de acordo com aquilo que calamos - ou tentamos.

Essas manifestações acontecem devido à psicossomatização; dores no corpo ou doenças causadas por desequilíbrios emocionais - as chamadas enfermidades psíquicas, as quais a cada vez que guardamos algum sentimento não resolvido ou alimentamos uma emoção densa, o corpo sente. 

Como sempre digo: todas as emoções são sagradas e você precisa compreendê-las elaborando seus conteúdos e vendo como tudo reverbera em você. É muito importante que você faça um mergulho em si, desenvolva seu autoconhecimento e aprenda a gerenciar suas emoções.

Dores no corpo e manifestações físicas mais comuns

Existem diversas manifestações psicossomáticas e algumas ocorrem imediatamente quando recebemos o impacto de alguma emoção. Portanto, é importante que você esteja atento, pois seu corpo está se comunicando.

Por exemplo, em situações de estresse, cobranças excessivas, ansiedade, brigas, medos e aflições, é comum manifestar algumas dessas dores no corpo e sintomas físicos.

Dores no corpo mais comuns

  • Dor de cabeça
  • Dor de barriga
  • Dor nas costas
  • Dor de estômago
  • Dor no peito

Outras manifestações físicas comuns

  • Diarreia
  • Falta de Ar
  • Tremores/calafrios

As respostas físicas são reações aos conteúdos emocionais que não estão bem elaborados em nós. Com elas, temos também alguns sinais que falam muito sobre nossos comportamentos. 

A metafísica, por exemplo - termo que significa "além do físico" -, é um estudo que nos apresenta qual fase estamos vivendo em nossa vida por meio do nosso corpo e, assim, podemos medir como estamos lidando com situações.

Alguns exemplos:

Boca: problemas nessa área podem estar relacionados à conduta, afinal, é por ela que saem nossos pensamentos. Portanto, atente-se para o que e como você vem se expressando.

Dor na coluna: a coluna é nossa estrutura, nosso suporte na vida e, quando abalada, nos traz desequilíbrios emocionais que podem afetar também nossa personalidade. Muitas vezes, carregamos excessos de responsabilidades, tanto da nossa vida, quanto da vida dos outros e, assim, acabamos sobrecarregando nossa estrutura.

Coração: representando nossos sentimentos e emoções, quando esse órgão adoece, ele está dizendo que precisa cuidar e trabalhar suas emoções, as dores e mágoas que podem estar guardadas, o rancor e até sentimentos de vingança.

Como lidar

Observe como você atua e lida com a vida. Saiba que para tudo tem um limite, esteja atento às sua emoções e, quando um impacto emocional te afetar, perceba como essa emoção se apresenta, se há alguma manifestação física e em qual parte do seu corpo ela se dá.

Nosso corpo se comunica a todo instante, afinal, somos seres íntegros; mente, corpo e espírito estão conectados e nossos conteúdos internos sempre serão representados no nosso externo de alguma forma.

Muitos desses sintomas físicos e dores no corpo podem, sim, ser resultados de aspectos que fazem parte do nosso DNA, ou seja, adquirido de algum de nossos antepassados. Porém, também é fato que a psicossomática existe e é importante estar atento aos sinais que seu corpo dá.

Caso isso ocorra com frequência, procure por ajuda de um profissional qualificado que possa te ajudar a lidar com isso, mas, principalmente, procure se entender e se conhecer melhor; assim, você conseguirá fazer a sua reorganização interna que trará equilíbrio em muitas áreas da vida. 

O autoconhecimento é uma ferramenta que, além de te dar autoridade sobre sua existência, certamente te fará mais feliz e trará mais doçura para sua vida.

Texto: Renata Prado - Terapeuta holística e oraculista

Veja também:

Venezuela: os trabalhadores da saúde com salários de US$ 4 por mês e sem equipamentos de proteção
João Bidu
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade