PUBLICIDADE

Conheça os mitos e as verdades sobre o tarot

Confira o motivo do tarot ser mais que uma ferramenta de adivinhação

3 ago 2020 12h16
ver comentários
Publicidade
Conheça os detalhes sobre as cartas de tarot -
Conheça os detalhes sobre as cartas de tarot -
Foto: Kayla Maurais/Unsplash / João Bidu

Vamos falar dos mitos e as verdades do tarot! São muitas as crenças e mitos sobre os oráculos, não é mesmo?!

Acredito que muitas vezes você deixou de fazer uma consulta de tarot com medo do que o oráculo poderia "revelar".

A primeira coisa que precisamos ter em mente é que oráculo nos permite a auto valorização, auto conhecimento e auto análise de quem somos. Portanto, é mais que uma ferramenta de adivinhação.  

Verdades ou Mentiras

1. Para aprender a jogar o tarot, você precisa ganhar seu primeiro deck, não pode ser comprado!

Mentira! Você quer aprender a jogar tarot ou qualquer outro oráculo, então, escolha aquele que melhor tem a ver com você, aquele que lhe toque a alma e estude com dedicação.

2. O tarot não erra!

Verdade! O tarot é matemático, é lógico, jamais trará resposta inadequadas com o teor de inverdades. O que existe são profissionais que talvez não tenham tanto conhecimento para compreender a mensagem que está sendo transmitida.

Às vezes o oráculo irá manifestar mais do que uma resposta a uma questão, irá trazer situações e informações mais complementares daquela pergunta ou até mesmo um alerta.

3. Algumas cartas, como torre e morte são cartas de energias ruins.

Mentira! Não existe cartas ruins, o que existe são situações, e o tarot irá apontar como direcionar e encontrar solução ou até mesmo falar das perdas.

No exemplo das cartas que temos aqui, torre e morte, ambas falam de encerramentos de ciclo. Porém, a carta da torre fala de desestruturação e reestruturação; perdas que poderão ser superadas trazendo uma nova jornada; espiritualidade. A carta da morte fala dos encerramentos de ciclos; mudanças, cortes necessários, etc.

4. Somente quem é médium pode jogar tarot.

Mentira! Qualquer pessoa pode aprender a jogar tarot ou qualquer tipo de oráculo, salvo aqueles que são de origem religiosa, nesse caso há necessidade de seguir a sabedoria daquela doutrina.

O Tarot é um oráculo matemático e lógico. Claro que com o tempo de estudos a intuição aflora e enriquece a sua leitura, lembrando que a intuição é inerente a todos. 

Qualquer pessoa que queira pode aprender...

5. A consulta presencial é melhor que consulta online.

Mentira! Como eu sempre digo, tudo é energia e o tarot é energia, não há espaço ou distância que possa interferir.

A leitura será baseada na sua energia do momento, então, o que você precisa fazer é escolher um profissional qualificado.

6. O tarot respeita o livre arbítrio.

Verdade! O oráculo é somente um sistema que vai te orientar sobre suas questões e ajudará na tomada de decisão para que você encontre mais equilíbrio e doçura na vida.

Jamais irá impor que você faça isso, ou faça aquilo. Quem detém do poder de decidir por qual caminho deve seguir é somente você. O tarot é uma bússola.

7. Sempre que comprar um oráculo devo consagrar.

Mentira! Você só deve seguir qualquer ritualística desde que faça sentido para você, se você não segue nenhuma orientação. O que importa de verdade é o que vai no seu coração.

8. Não se pode abrir o tarot para gestantes.

Mentira! Aqui temos que fazer uma análise com bom senso e com ética. Se for uma gestante em grupo de risco tenha cuidado na leitura. Às vezes uma notícia impactante pode causar um dano. Aqui prevalece a ética e o bom senso.

9. Não se pode ficar perguntando a mesma coisa para o tarot constantemente.

Verdade! Uma consulta de tarot não é um jogo de azar, temos que ter respeito. A resposta que você tem é exatamente a que você precisa. Então, não fique perguntando a mesma coisa várias vezes e de formas diferente para obter a resposta que você quer, ou se consultando com vários tarólogos para saber qual acerta mais.

10. Podemos abrir o tarot para crianças.

Verdade! Pode se abrir sim. Prezo necessidade de ética, cautela e consciência. Qual a necessidade uma criança teria em jogar tarot? Avalie.

E falo por experiência pessoal, pois certa vez participei de um evento beneficente e atendi uma adolescente de 14 anos. Ela estava aflita querendo saber como seria a vida dela dali para frente. Atendi com toda a amorosidade do mundo, falei coisas que eu mesmo fiquei pasma, pois o tarot mostrou uma mudança muito grande no caminho de vida dela, que a partir daquele ano seria um novo começo de boas novas, estudos, viagens, felicidade familiar e anunciava um final de dores.

Assim ela chorou copiosamente e me contou sua história. Estava aflita, aguardava uma resposta de adoção. Seus pais biológicos eram dependentes químicos e ela havia sido abusada e explorada de todas as formas. Mas apareceu um casal com boas condições sociais. Comovidos com a situação daquela menina, resolveram adotá-la. Ela já tinha um quarto na casa do casal e eles tinham feito a matrícula dela em uma escola particular, e a avisaram que futuramente ela faria um intercâmbio.

E assim aconteceu, a última notícia que tive: deu certo a adoção. Essa história me marcou demais. Como explicar para aquela menina o porquê dela passar por tantas dores? Graças ao tarot ela saiu feliz e os presságios foram positivos e auspiciosos.

Por isso digo: use sempre o bom senso e tenha ética.

O tarot é para todos, mas nem todos são para o tarot.

Renata Prado | taróloga e terapeuta

João Bidu
Publicidade
Publicidade