PUBLICIDADE

Você conhece os signos que mais iludem no amor?

O início de quase todos os romances é marcado pelas borboletas no estômago, mas existem pessoas que nem sempre estão nessa vibe da paixão

3 mai 2022 09h16
| atualizado às 16h22
ver comentários
Publicidade
Descubra quais são os signos que mais iludem nos relacionamentos e fique esperto!
Descubra quais são os signos que mais iludem nos relacionamentos e fique esperto!
Foto: João Bidu

O começo de qualquer relação amorosa sempre é incrível e recheado de surpresas, com mensagens de carinho e ligações que duram horas - o início de quase todos os romances é marcado pelas borboletas no estômago. Porém, existem pessoas que nem sempre estão nessa vibe da paixão calorosa, preferem ir com calma sem tanta sede ao pote.

E por essas e outras características que a Astrologia nos ensina sobre os signos que mais iludem no amor - se você estiver apaixonada por algum deles, você já sabe como agir, certo?

Conheça os signos que mais iludem no amor

Leão

Por incrível que pareça, muitas vezes, os leoninos sentem dúvidas com os seus sentimentos amorosos e podem permanecer em uma relação sem sentir um pingo de amor. Por isso, é importante manter o diálogo e ficar atento em como a relação se encaminha. Ninguém quer viver anos e anos em uma ilusão, quer?  

Sagitário é um dos signos que mais iludem

Livres, leves e soltos - os sagitarianos gostam bem das suas vidas antes de colocar alguém nelas. Por isso, são envolventes, charmosos e atraem fácil na hora da conquista - mas, se tornam difíceis quando estão prestes a se envolverem. Não são pessoas fáceis em fazer declarações, não. Atitudes assim geram desconfiança do outro lado. O melhor a se fazer é deixar rolar, sem pressionar tanto, pois Sagitário é um dos signos que mais iludem no romance.

Aquário

Os aquarianos podem iludir as pessoas até mesmo sem perceber, já que possuem diversos conflitos com os seus próprios sentimentos. A sintonia é o que move esse signo a se envolver com alguém, caso ela não esteja presente, sinto muito, será apenas passageiro…

João Bidu
Publicidade
Publicidade