PUBLICIDADE

Tarot e Ori: Como aplicar na sua vida

Ori é a principal divindade, seu Ori é seu orixá pessoal e primordial, sem Ori não há orixá que possa transformar

7 mai 2021 18h02
ver comentários
Publicidade
Ori é a principal divindade, seu Ori é seu orixá pessoal e primordial, sem Ori não há orixá que possa transformar - Shutterstock
Ori é a principal divindade, seu Ori é seu orixá pessoal e primordial, sem Ori não há orixá que possa transformar - Shutterstock
Foto: João Bidu

O Tarot tem como principal finalidade auxiliar na direção e transformação dos caminhos de vida, com isso nos auxilia a ter uma vida mais leve e doce. Porém, não é uma jornada muito fácil, é necessário olhar para os aspectos mais profundos do nosso Eu, entender nossas sombras e como podemos trabalhar nosso interior para as nossas curas internas.

O que vai muito de encontro com os aprendizados da Cultura Yoruba, lembrando de cada aspecto e ensinamento em seus devidos lugares, mas podemos utilizar das fontes dessas sabedoria para que nos auxiliem a ser nossa melhor versão.

Nosso Eu interior é quem determina nossos fracassos ou vitórias, nossas alegrias ou tristezas, saúde ou doença. Entre diversos caminhos do qual trilhamos, na Cultura Yoruba, essa principal partícula de nós recebe o nome de Ori, tudo que precisamos, todos os recursos e possibilidades infinitas nele se encontram. Se divide em Ori Ode (cabeça física), Ori Inu (nosso Eu, Mestre Interior, Espiritual, Universo em Nós, a Mente).

Ori é a principal divindade, seu Ori é seu orisa pessoal e primordial, sem Ori não há orisa que possa transformar.

"Ko sí Òòsà tí i dá´ni gbè léhìn Orí eni"

"Ko sí Òòsà tí i dá´ni gbè léhìn Orí eni"

"Nenhum Orixá abençoa uma pessoa antes de seu Orí"

Por mais dificuldades, traumas ou dores emocionais que você carrega, ter um Ori em equilíbrio irá contribuir e te capacitar o bastante para lidar com as dificuldades e dores que você possa carregar a longo da vida. A falta disso é o que acarreta as doenças emocionais e impedem o indivíduo de evoluir.

Aprenda a dar graças e a cultuar seu Ori, assim conseguirá lidar melhor com as dificuldades, mudar o necessário e entender o que não é mutável. Assim alcançará equilíbrio e prosperidade na vida. Seu Ori carrega seu Eleda (destino), nossa existência, erros, acertos, fracassos e o sucesso e abundância dele dependem.

Como o principal cuidado do Ori, se adotam diversas ferramentas, técnicas e cuidados espirituais que contribuem para o equilíbrio dessas forças que coexistem dentro de nós. Portanto, o auto conhecimento é uma dessas bases para te ajudar a manter o seu EU em equilibrido e em harmonia. Como lhe disse, cada base e fundamento é necessário estar no seu devido lugar, principalmente aqueles que são associados aos aspectos culturais e religiosos, entretanto concomitantemente você pode agregar ferramentas que contribui para o equilíbrio do seu interior.

Uma dessas ferramentas é o nosso queridinho, o Tarot, que é uma ferramenta de profundo autoconhecimento, capaz de te ajudar a conduzir e direcionar a jornada da sua vida para que você possa se transformar de dentro pra fora e resgatar sua força e seu poder pessoal, o que vai contribuir para ter um bom Ori.

Abençoe e cultue seu Ori todos os dias e alcance as bençãos merecidas, aprenda a importância de você cuidar de você e de quem você é, tenha atenção a sua conduta e aos seus valores. Será primordial no seu processo de transformação em direção a uma vida leve e doce. Aprenda a ter gratidão, ela transforma e nos ensina a ser nobre. Trabalhe o auto conhecimento e agregue ferramentas ao seu favor, e se houver necessidade, busque por ajuda de um profissional qualificado que possa contribuir com o seu processo de transformação para sua melhor versão.

Como já diz o provérbio Yoruba:

"Orí eni ní um ni j' oba | A cabeça de uma pessoa faz dela um rei."

+ Inscreva-se no Clube de Membros do João Bidu no YouTube e receba conteúdo exclusivo! Acesse neste LINK.

TEXTO: Renata Prado | Psicanalista & Taróloga 

João Bidu
Publicidade
Publicidade