2 eventos ao vivo

Astrologia

Urano e Plutão param de brigar e os signos se beneficiam

monsitj / iStock
18 abr 2018
08h00
  • separator
  • comentários

Plutão é um planeta lento e sua órbita é variável, ou seja, por cada signo que ele transita, muda o número de anos, por exemplo: sua passagem por Escorpião começou no fim de 1983 e foi até fim de 1995, ou seja, 12 anos. Em Sagitário, ficou de 1995 até 2008, 13 anos e em Capricórnio, entrou no fim de 2008 e ficará até início de 2024, quando entrará em Aquário.

Urano, é menos lento que Plutão e possui uma órbita mais estável, de aproximadamente 7 anos, por exemplo: entre 2004 e 2011 esteve em Peixes, de 2011 a 2018 em Áries e, a partir de maio, começa a caminhar através de Touro e permanece nesse signo até 2015.

Urano tem atitudes inesperadas e muitas vezes violentas. No mesmo dia que entrou em Áries, dia 11 de março de 2011, o mundo assistiu uma grande tragédia, que foi o terremoto, seguido de tsunami no nordeste do Japão, com consequências terríveis para o povo japonês e para todo o planeta.

Em 2011, quando Urano entrou em Áries, Plutão já estava aos 7 graus de Capricórnio. Em 2012, uma quadratura entre esses dois dificílimos planetas começava a pressionar ainda mais os signos de Áries, Câncer, Libra e Capricórnio. E durante todos esses anos, desde 2012 até semana meados de abril deste ano, ou seja, esta semana, Urano começa a caminhar com mais força na direção de Touro deixando para trás sua briga com Plutão.

Isso quer dizer que, apesar de Urano ainda estar presente em Áries por mais algumas semanas, a quadratura entre Urano e Plutão já não existe mais, o que já é um bom sinal aos arianos, que andarão na direção da manutenção da paz.

É verdade que Saturno e Plutão em Capricórnio ainda pressionam esses quatro signos, no entanto, sem a quadratura, a possibilidade de colheita de frutos, de construir algo mais concreto, de ter resultados mais rápidos e não morrer na praia depois de meses de trabalho, é maior.

Uma quadratura entre esses dois poderosos planetas, prejudica todos os signos. O fim dela pode beneficiar a todos.

Não haverá leveza, mas sim um pouco de melhora na energia em geral. Com a entrada de Urano em Touro, arianos, librianos, cancerianos e capricornianos sentirão um grande alívio da pressão que vivem desde a entrada de Urano em Áries.

Fonte: Eunice Ferrari

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade