PUBLICIDADE

Sem planetas retrógrados, semanas de oportunidades começam

A sincronicidade entre muitos planetas pede que deixemos para trás maneiras antigas de viver e exige abertura para as novas

3 fev 2022 09h00
ver comentários
Publicidade

Sem planetas retrógrados e com alguns aspectos interessantes, fevereiro nos beneficia, trazendo alguma estabilidade, apesar de continuarmos sob um processo inimaginável de mudanças. A sincronicidade entre muitos planetas pede que deixemos para trás maneiras antigas de viver e exige abertura para as novas. 

Mudanças são, quase sempre, processos que exigem readaptação e, por esse motivo, precisamos olhar com mais atenção para o que acontece dentro de nós e em nosso entorno durante e depois desses processos. Viver em um mundo em transição exige de nós discernimento, força e sensatez suficientes para que os novos passos não nos tragam ainda mais inseguranças. 

Nossa fé na vida tem sido testada diariamente há muito tempo, no entanto, há exatos dois anos, com a chegada inesperada do coronavírus, fomos remetidos a processos difíceis de elaborar e que colocou em xeque os vários aspectos do nosso ser: o físico, o mental, o emocional e o espiritual. 

Nunca a necessidade de compreendermos a lei budista da impermanência gritou tão alto e nunca passamos por um momento, não neste século, em que precisamos reorientar nossos planos e projetos como o momento atual. A cada dia, semana, mês e ano, percebemos que não existe outro caminho possível que nos remeta ao passado; começamos a construir um novo mundo, dentro e fora de nós. 

A astrologia funciona como um GPS, que nos aponta os possíveis caminhos que devemos trilhar. Fevereiro chega com algumas esperanças, trazendo oportunidades para novos caminhos. O trânsito de Marte e Vênus unidos e através de Capricórnio, se for bem utilizado, pode ser o início de um tempo de reconstrução, ao menos de uma pequena porção de coisas e pessoas que perdemos nos últimos anos.  Não me refiro ao luto por pessoas que perdemos definitivamente, mas a situações e relacionamentos que podem ser reconstruídos e construídos.

Capricórnio tem a ver com o tempo, Vênus e Marte nesse signo, nos torna mais assertivos, impressionantemente determinados e dispostos a alcançar objetivos, sejam eles em nossas vidas pessoais ou no trabalho. A construção e a reconstrução de relacionamentos e das finanças, são os principais temas deste mês, que começa agora e podemos nos surpreender com as oportunidades de transformação que este momento traz para todos nós. 

Especialmente os signos de Capricórnio e Câncer, que têm sido duramente exigidos nas últimas duas décadas, vão sentir uma espécie de retomada de vida, como se um ar de oportunidades para a reconstrução de algo que se perdeu. É uma boa oportunidade, pois Urano, que estará em aspecto com esses dois planetas na maior parte dos dias de fevereiro, abrirá portas para que o novo possa entrar; basta estarem abertos. 

Mesmo em meio a mudanças, que a lunação em Aquário, mais uma vez exige, algo se constrói ou reconstrói dentro de nós e em nossa vida prática. 

Fonte: Eunice Ferrari
Publicidade
Publicidade