3 eventos ao vivo

Sexto sentido: aprenda 6 técnicas simples para despertar a intuição

Aumente o poder da sua intuição para ter na vida um poderoso guia

27 jul 2020
16h47
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Confira as dicas de como despertar a intuição -
Confira as dicas de como despertar a intuição -
Foto: Okan Caliskan/Pixabay / João Bidu

A intuição ou sexto sentido é como uma voz guiadora que habita dentro de nós e sua essência está interligada com as emoções. Quando ela é exteriorizada, o corpo sente uma sensação diferente, que pode causar desconforto ou euforia dependendo da situação.

Silenciar o mundo e ouvir o que a intuição tem a dizer é dar atenção à própria consciência, deixando-a agir para o seu benefício.

Provavelmente você já deve ter escutado essa voz que parece surgir de repente. Ela se manifesta nas situações mais diversas, principalmente quando estamos expostos a uma nova circunstância fora da zona de conforto.

Estar em sintonia com o sexto sentido, então, é compreender que a razão não é dominante; há muito mais conhecimento escondido no coração e no espírito, apenas esperando o momento certo para florescer ou ser ouvida.

Portanto, desperte a intuição conferindo 6 técnicas simples para incentivar seu sexto sentido e, assim, desenvolver o autoconhecimento e ter mais facilidade em resolver os problemas e encontrar o caminho da felicidade.

Técnicas para despertar a intuição

Mais atenção com os sonhos

De acordo com o pai da psicanálise, Sigmund Freud, em seu livro "A Interpretação dos Sonhos", o sonho nada mais é que a estrada que conduz ao inconsciente.

Isso quer dizer que o sono é o momento perfeito para observar as manifestações do inconsciente por meio dos sonhos. Portanto, nas próximas manhãs, logo após acordar, anote quais sonhos você teve durante a noite.

O ideal é descrever com o máximo de detalhes as visualizações e as emoções sentidas. Para facilitar o trabalho e não esquecer de nada, deixe ao lado da cama um caderno para utilizar assim que acordar.

Dessa forma, você terá um diário dos sonhos para poder interpretar as mensagens reveladas pelo seu inconsciente e ficará mais próximo do seu sexto sentido. 

Anote os pensamentos diários

A intuição não é despertada apenas por meio da descrição e interpretação dos sonhos; você pode alcançá-la também pelo fluxo dos pensamentos do dia a dia.

Você já se pegou pensando em algo que não fazia muito sentido para o momento? Ou teve sentimentos repentinos, sem ter recebido estímulos que explicassem a sensação? Pois é, não importa o que seja, desde reflexões até desejos mais simples, anote tudo em um caderno, como se fosse um diário de pensamentos. Em cada descrição, coloque sinceridade e apenas tente entender o conteúdo da mensagem após escrever os detalhes da situação.

Não despreze as emoções

Quando conhecer uma nova pessoa ou lugar, dê atenção às emoções que você sente, porque elas podem ser uma ferramenta de comunicação entre você e o seu sexto sentido. 

O coração tem muito a dizer e ele sabe o que é bom e ruim para você. Porém, sua voz tende a não ser ouvida, por causa da falta de confiança das pessoas.

Se você tem receio de se deixar ser guiado por essa sensação interior, pelo menos uma vez, faça um teste com sua própria intuição. Para isso, você precisará se expor a algo fora da sua zona de conforto, para não agir no automático, mas sentir o que seu corpo tem a dizer sobre como lidar com a circunstância. 

Há muitas chances dela estar correta, mas para funcionar, você precisa manter em equilíbrio a mente, o corpo e o coração, para que haja uma conexão entre todas as partes do seu ser.

Manter em equilíbrio a mente, o corpo e o coração

O equilíbrio perfeito é conquistado por meio da meditação. Com ela, há um controle dos pensamentos, reduzindo o ruído influenciado pelos agentes externos sobre os quais não temos controle.

Ao silenciar o que vem de fora, a voz interna pode ser ouvida com mais clareza e sensibilidade. Você desenvolverá o autoconhecimento e, assim, saberá diferenciar o julgamento da intuição.

Isso quer dizer que com a concentração plena que é estimulada pela meditação, você ficará mais sensível às alterações do seu corpo e entenderá como sua mente trabalha. Portanto, não terá dificuldade para diferenciar o que é sexto sentido e o que é pensamento lógico.  

Existem vários tipos de meditação e com certeza há uma que melhor combina com você. Comece o quanto antes a prática para aproveitar os benefícios na área intuitiva.

Observação do mundo

Os agentes externos influenciam nossas ações. Seja por meio de pessoas, problemas ou acontecimentos que estão fora do nosso domínio, o conteúdo desses agentes é absorvido por nós e, quando não controlados, criam raízes que sugam nossa energia vital, causando a sensação de esgotamento físico e/ou mental.

Observar o mundo é uma forma de analisar o que está ao redor, para identificar os "ladrões de energia". Saber quem são eles funciona como um diagnóstico médico no qual, ao reconhecer a doença, é possível encontrar a cura.

Descubra o que te abala e permita que seu sexto sentido trabalhe sobre o problema. Sua voz interna te guiará até a solução e, durante o percurso, você se sentirá amparado(a) e mais sábio(a), porque está ouvindo o que seu coração está dizendo - e essa é a manifestação mais pura e plena do seu verdadeiro Eu.

Aproveite os momentos de solidão

Estar sozinho é a oportunidade de olhar para dentro de si sem ser interrompido. Pergunte-se: "o que eu posso fazer por mim hoje?". A primeira coisa que vier na mente, se causar boa sensação e um preenchimento no coração, é a sua intuição conversando com você.

Sem julgar seus desejos e ações, faça o que tiver vontade e depois reflita como se sentiu. O sexto sentido traz apenas boas energias e nunca te fará mal.

Enquanto sua mente estiver em paz, a voz interna está ativa. Porém, ir contra ela é o mesmo que negar a si mesmo, causando insatisfação e o pensamento de estar perdido no mundo. Portanto, respeite e cultive seu sexto sentido!

Veja também:

De andador, veterano de guerra de 99 anos arrecada milhões para saúde pública britânica
João Bidu
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade