0

Saturno retoma o movimento direto

Todos nós podemos comemorar, pois todos sentimos a mão de ferro de Saturno em Capricórnio

25 set 2020
09h00
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Sem nenhuma dúvida, a melhor notícia do mês chega com Saturno, que retoma seu movimento direto em Capricórnio. A partir do dia 27, domingo, ele começa a se preparar, fica estacionário e, no dia 30, começa a caminhar em ritmo mais acelerado até retomar seu ritmo normal, caminhando na direção de Aquário.

Saturno retoma o movimento direto
Saturno retoma o movimento direto
Foto: Nasa/Divulgação / Estadão Conteúdo

Todos nós podemos comemorar, pois todos sentimos a mão de ferro de Saturno em Capricórnio, pois estando domiciliado, pode se utilizar de sua plena energia.

Saturno é Chronos na mitologia, o senhor do tempo e com o tempo, ninguém pode, ninguém discute, todos nos submetemos a ele.

Saturno é um deus rígido, severo, exigente, que nos mostra o valor do trabalho e da construção da vida em todos os seus aspectos. Com Saturno não se brinca e, junto de Plutão, que também está em Capricórnio, mal conseguimos respirar, diante de tantas provações.

Saturno e Plutão em Capricórnio receberam a visita de Júpiter desde o fim do ano passado, 2019, mas Júpiter pouco conseguiu fazer ao lado desses dois deuses, relacionados ao carma pessoal e coletivo. Reclamamos de 2019, que foi um ano inegavelmente pesado, difícil e, se não bastasse, chegou 2020, regido pelo deus Sol, aquele que ilumina e nos dá consciência. O Sol também se ajoelhou diante de Saturno e Plutão e fomos obrigados a expandir nossas consciências, sob a lua do nosso carma, volto a dizer, pessoal e coletivo.

Em seu movimento retrógrado nos últimos cinco meses, precisamos viver perdas, dores, frustrações e limites coletivamente, além das mudanças e transformações decorrentes desse processo. Todos crescemos, a não ser aqueles que costumam negar a realidade.

Agora, ele retoma o movimento direto e caminha na direção da porta de saída de Capricórnio, para adentrar Aquário. Sobre Saturno em Aquário falaremos mais adiante, mas de antemão posso dizer que o aprendizado será voltado para a consciência de coletividade, de fraternidade, liberdade e cooperação. Saturno fica em Aquário durante três anos e em seguida, quando ele estiver em Peixes, é a vez de Plutão entrar em Aquário e nele permanecer durante 19 anos. De verdade, devemos aprender o sentido de grupo e equipe, de irmandade e coletividade, sabe-se lá de que forma aprenderemos esta lição. Caminhamos na direção da era de Aquário e, como costumo dizer, isso não é conversa de esotérico, é a ciência que nos promete essa virada de paradigma, através de um movimento da Terra que se chama precessão dos equinócios. Portanto, meus queridos e queridas, nossa consciência vai expandir, por bem ou por mal, a escolha estará nas mãos de cada um.

Com Saturno em movimento direto em Capricórnio, vivemos o último trimestre de seu ciclo nesse signo, o que quer dizer que, nestes próximos meses, receberemos mais um diploma do Universo. Passamos por mais uma etapa de provações. Aqueles que sobreviveram a elas, certamente deu um passo à frente em seu processo evolutivo, porque, vamos e convenhamos o Universo, desta vez, fez tudo com muito capricho. E isso tem a ver com a proximidade de Aquário e a pressa em nos tornarmos seres humanos melhores.

Saturno direto e na última fase de seu ciclo, vai aparar arestas e concluir os processos vividos nesses tempos, especialmente capricornianos e capricornianas, cancerianos e cancerianas, arianos e arianas e librianos e librianas, além de pessoas que possuem luminares e planetas em algum desses quatro signos. Costumo dizer que Saturno costuma deixar um presente na porta de saída, portanto, fiquem atentos, pois o pior já passou. Estamos próximos da finalização desse difícil ciclo.

É hora de meditar, de receber os insights, extremamente importantes neste fim de ciclo e adentrarmos em 2021, dispostos a aprender as lições de Aquário.

Boa sorte a todos nós!

 

Veja também:

Venezuela: os trabalhadores da saúde com salários de US$ 4 por mês e sem equipamentos de proteção
Fonte: Eunice Ferrari
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade