1 evento ao vivo

Poder da meditação

11 jan 2019
09h00
  • separator
  • comentários

Zuuuum! 2019 vai correndo e parece que será rápido. Logo vem Carnaval, Páscoa, e, de novo Natal e Réveillon. Os dias chegam sempre cedo demais e acabam devorando tudo: agitando nossa vida, enlouquecendo o trânsito, estufando a agenda, espalhando o caos.

Meditação ao ar livre
Meditação ao ar livre
Foto: iStock

Esses dias desvairados são os mais indicados para meditar, uma breve pausa, um presente de harmonia em meio à confusão. Bastam cinco minutos para colocar a cebeça no lugar, desestressar. Tudo se fortalece: o corpo, o psicológico, o espiritual. Com apenas um momentinho de meditação, as coisas podem se arrumar. 

Abaixo proponho, para ordenar as atividades, quatro temas. Antes de mergulhar neles, as instruções gerais são simples. Relembrando: 1. Procure um lugar sereno e silencioso. 2. Se puder, tire ou afrouxe sapatos e cintos. 3. Deite ou sente de forma cômoda, relaxando braços e pernas. 4. Feche os olhos, tranquilize a respiração por três minutos. 

A sensação será de rebaixamento do ritmo cardíaco e da agitação mental. Mais calmo, é hora de embarcar num dos temas indicados. Deixe os pensamentos fluírem e colha as sensações boas, objetivo do exercício. 

Tema 1: “Vida breve”. Pondere como todas as coisas — boas ou más — são passageiras. Entenda que o plano no qual estamos, por mais que nos pareça importante, é apenas transformação e transitoriedade. Avalie como pode amadurecer a capacidade de aceitar que todas as coisas estão na impermanência, desaparecerão. No minuto final, para concluir com chave de ouro, imagine a sensação de estar mergulhado numa piscina de águas brancas como leite. 

Tema 2: “Longe da morte”. Pondere o quanto se ganha ao tirar das costas o peso do nosso cadáver. Sendo inevitável a morte, não devemos (por isso mesmo) permitir que ela escravize. Enxergue como uma travessia, um túnel que desemboca noutra paisagem, inclusive mais iluminada do que essa. Claro que se trata de proposta cercada de tabus, por isso mesmo deve ser encarada com coragem, de frente. No minuto final, imagine estar numa piscina de cor violeta.

Tema 3: “Força do amor”. Pondere como as relações pessoais são o tesouro mais importante da sua vida. Mentalmente destaque as pessoas que ama. Individualize e note como elas pavimentam o sentido da sua existência. Repare na importância das alteridades que se estabelece ao longo do viver. No minuto final, imagine águas amarelas.

Tema 4: “Conquistas futuras”. Pondere sobre os planos que você gostaria de efetivar, as situações que pretende ver realizadas, o conjunto de detalhes que faz delas algo a ser almejado. Compreenda o que faz com que você salte da cama e trabalhe ao longo do dia, cheio de energia e boa-vontade. No minuto final, imagine estar mergulhado em águas azuis claras. 

Quer saber mais sobre o trabalho de Marina Gold ou entrar em contato com ela, clique aqui.

Veja também:

Templo em forma de nave espacial recebe 'mar de monges'

  

Fonte: Marina Gold

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade