1 evento ao vivo

Carta ao meu neto

24 jan 2019
09h00
  • separator
  • comentários

Meu amado neto! (escrevo em dupla intenção: para você e outras avós que me deixariam feliz com a leitura). As asas do tempo bateram apressadas (como disse a Ira, banda de rock: “Jogo rápido”). Chegou seu aniversário de maioridade. Vinte e um anos. Aceita, então, com meu abraço, saber do Mundo que desejo para você.

Escrevo em dupla intenção: para você e outras avós que me deixariam feliz com a leitura
Escrevo em dupla intenção: para você e outras avós que me deixariam feliz com a leitura
Foto: iStock

Um Mundo simples onde a única dificuldade é a dificuldade de não haver nada que não seja simples. Um Mundo generoso e livre, de respeito pelos outros e respeito de todos por você. Não é pouco e muita gente se sacrificou imensamente por isso.  

Um Mundo de amor pelos semelhantes naquilo que eles têm de diferente e único. Um Mundo de piedade e de justiça, de valorização da vida e do estar vivo. Não é pouco e muita gente se sacrificou imensamente por isso.

Um Mundo de esperança, de memória, de consciência. Um Mundo de verdade serena, que deixe de lado, como prática ultrapassada, a hipocrisia de mentiras e falsidades. Não é pouco e muita gente se sacrificou imensamente por isso. 

Como esse Mundo, que desejo, ainda é porvir, o que ofereço? O conselho da dignidade e da coragem, companheiros ideais pelos ínvios caminhos. Aperte, meu amado neto, o elo da corrente, a certeza de que nada vale mais que uma vida (como disse o poeta Belchior: “Qualquer canto é menor do que a vida de qualquer pessoa”).

De coração grande avalie sempre pelo natural, o mais modesto, o mais cheio de justiça. Concebe o amanhã como coisa que não é exclusivamente nossa, como coisa que devemos tratar com cuidado.  

Você pode indagar: “Que tipo de cuidado?” Ah, meu amado neto, o cuidado que devemos ter com o suor, a lágrima, o sangue. O cuidado que devemos ter com o Amor – inclusive aquele que, para que estivéssemos aqui, outros Amaram para nós.  

Quer saber mais sobre o trabalho de Marina Gold ou entrar em contato com ela, clique aqui.

Veja também:

 

Fonte: Marina Gold

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade