PUBLICIDADE

A coincidência é a presença de Deus em nossas vidas

Publicidade

Muitas coincidencias acontecem no decorrer de uma vida. Fatos inesperados, radicais e, muitas vezes, inexplicáveis, podem mudar a rota do destino em segundos. Como num quebra-cabeca, em que as partes se juntam, fazendo com que a figura se mostre completa, desenhando por fim uma imagem que não se resolve há anos. Apenas um rápido piscar de olhos, tudo se modifica numa resposta que vem, talvez depois de uma longa e penosa espera. Às vezes, porém, podem ocorrer situações extremamente negativas, que causam um corte na vida do ser humano, expressando grande tristeza e dor.

Coincidências podem ser positivas, como quando, por exemplo, duas pessoas desconhecidas estão de passagem no mesmo lugar, na mesma hora, e acabam se conhecendo e talvez descobrindo um grande amor. Por uma fração de segundos, uma delas poderia não estar mais lá e nada teria acontecido.

Se na prova final de um árduo período letivo as questões a serem respondidas são as únicas que o aluno sabe; se de repente alguém ganha um dinheiro inesperado, na exata quantia necessária para pagar uma dívida; ou se, no caso de uma doença, o diagnóstico acontecer rápido e por acaso, como com o menino que se machucou jogando futebol e, ao fazer um exame para constatar que não houve gravidade, o médico perceber o início de uma grave e silenciosa doença, tendo tempo e condições de lhe salvar a vida; é possível localizar aí coincidências felizes e positivas.

Coincidências podem também apresentar uma face negativa, de dor ou perda, como alguém estar numa esquina, esperando tranquilamente para atravessar a rua e, naquele exato momento, ser pego por um veículo desgovernado, perdendo a vida ou ficando com sequelas insuperáveis. Um segundo antes ou depois, o acidente não teria acontecido.

Ir a um restaurante com amigos, encontrando ali o ser amado, que afirmou ter um sério compromisso de trabalho naquela noite, e surpreendê-lo namorando uma outra pessoa; perder na rua o dinheiro economizado para fazer um importante pagamento, sem ter condições de repô-lo; sair cedo de casa e, por causa de um acidente inesperado, causador de grande congestionamento, não conseguir chegar a tempo na última entrevista de seleção de emprego, afastando qualquer chance de contratação; falar mal de uma pessoa e ela ser justamente a mãe do diretor da empresa; ser vítima de uma bala perdida; são circunstâncias nefastas, que muitas vezes concorrem para atrapalhar projetos importantes e vitais na experiência do ser humano, podendo até causar sua morte.

Tendo uma visão abrangente dos fatos aqui exemplificados, é possível arriscar a opinião de que coincidências não existem, pois parece que, por trás da aparente desorganização da vida, o ser humano se depara com uma grande sincronicidade: cada coisa está em seu lugar e, por isso, nada acontece por acaso, embora não se consiga, algumas vezes, perceber claramente os vínculos que motivam e unem circunstâncias aparentemente díspares e imotivadas.

Alguns acreditam num destino previamente determinado, que leva a pessoa a vivenciar aquilo a que se dá o nome, algo vago e impreciso, de coincidência.

Eu prefiro admitir que quando qualquer coincidência - positiva ou negativa - acontece, é porque Deus está presente. Assim, se você precisa muito que algo de bom aconteça, ou se deseja se proteger de algum mal que sua intuição aponte como risco, você deve se dirigir a Ele. Pedir Sua presença é a única forma de trazer fatos positivos para sua vida, ou evitar grandes males e desgraças. Confie na sua capacidade, na sua inteligência e peça a Deus que todas as coincidências sejam positivas para você. Tenha a certeza de que tudo correrá bem.

Quer saber mais sobre o trabalho de Marina Gold, ou entrar em contato com ela, clique aqui.

Fatos inesperados, radicais e, muitas vezes, inexplicáveis, podem mudar a rota do destino em segundos
Fatos inesperados, radicais e, muitas vezes, inexplicáveis, podem mudar a rota do destino em segundos
Foto: Getty Images
Fonte: Especial para Terra
Publicidade