0

Você sabe o que é agilidade emocional?

7 fev 2019
09h00
  • separator
  • 0
  • comentários

Nós, humanos, somos seres sensíveis, emocionais e em meio a muitos sentimentos e emoções, navegamos pela vida e, diante de tantas possibilidades e estímulos, muitas vezes nos perdemos e não sabemos qual rumo tomar. 

Ao invés de radares, temos ansiedades, medos, angústias, alegrias, prazer, euforia.
Ao invés de radares, temos ansiedades, medos, angústias, alegrias, prazer, euforia.
Foto: iStock

Não temos um radar, que nos sinalize os perigos, aqueles que podem colocar em risco nossos planos e projetos de vida, no amor, na carreira, com nossa saúde. Ao invés de radares, temos ansiedades, medos, angústias, alegrias, prazer, euforia. Essas são, ou deveriam ser nossas bússolas, nosso sistema de orientação.

Recebemos o tempo todo mensagens que nossos sentidos captam como sinais, que podem envolver perigo, sedução, possibilidade amorosa, realização, rejeição, aceitação — estamos todos, o tempo todo, ligados em um sistema neuroquímico que nos ajuda a captar possíveis realizações ou ameaças.

Nosso dia a dia é feito de altos e baixos e esse movimento faz parte da vida. Ele só termina quando a vida termina. Nossos sentidos captam o tempo todo essas informações, que nos provocam reações físicas, que acabamos incorporando como um padrão de comportamento. Quando temos consciência desse padrão, podemos nos ajudar não somente a sobreviver, mas a vencer.

Quando sabemos porque nosso coração bate mais forte, nossa boca fica seca, nossos músculos se contraem na tensão ou relaxam, conseguimos manter nosso comportamento em harmonia com a situação que defrontamos.

É claro que nem sempre é fácil nos manter equilibrados sob tensão e é aí que entra a agilidade emocional. Quantas vezes você já não sentiu uma mentira dita bem na sua cara, uma sensação de estar sendo enganado ou quando suas emoções desencavam sentimentos antigos que se misturam com a percepção da realidade confundindo você?

Não se engane: essas poderosas emoções podem assumir o controle de sua vida em uma fração de segundo colocando toda situação a perder. Você perde a razão e o controle da situação.

Na maioria do tempo, estamos no modo automático e agimos e reagimos inconscientemente. Outras vezes gastamos muita energia para conter ou reprimir nossas emoções, especialmente as mais “nocivas” como a raiva, a vergonha, a ansiedade.

Pergunto: Há quanto tempo você vem tentando lidar com suas emoções mais difíceis? O que você tem feito, tem funcionado?

O primeiro passo que você deve dar para construir um estado de harmonia e equilíbrio, é conscientizar-se de suas emoções. O segundo é aprender a aceitá-las, fazer as pazes consigo mesmo e, a partir disso, prosperar em todos os aspectos da vida.

É claro que viver uma vida de harmonia ainda envolve imperfeições, alguns sentimentos negativos, alguns momentos de devastação emocional, pois isso tudo faz parte de nossa existência como humanos que somos. Aqui não cabe nenhum esforço para ser perfeito, ou plenamente feliz, mas você deve estar preparado para a frustração e algum fracasso, pois eles fazem parte de nosso processo evolutivo. 

Você deve aceitar até mesmo suas emoções mais difíceis, desfrutar mais intensamente de suas relações, da vida como um todo, preparar-se para alcançar suas metas realisticamente e viver de maneira mais plena possível.

É claro que, no aprendizado da agilidade emocional, você vai aprender a lidar também com seus pensamentos e, obviamente, com seu comportamento. Existem hábitos que já se transformaram em vícios e que podem impedi-lo de prosperar. Reações rígidas, estruturadas a partir de vivências e traumas infantis, hábitos mentais cristalizados e autodestrutivos podem impedir seu crescimento, sua vitória. Aprender a flexibilizar pensamentos e comportamentos é fundamental para alcançar o sucesso, na vida pessoal e profissional.

Resumindo, muitos dos obstáculos que enfrentamos em nossas vidas são resultados da prisão que impingimos aos nossos pensamentos, sentimentos e comportamentos e que já não são mais úteis, não fazem o menor sentido permanecerem em nossas vidas.

Portanto, adquirir flexibilidade nos pensamentos e sentimentos para agir e reagir positivamente às situações do dia a dia é a chave que você deve conquistar para seu bem- estar e sucesso.

Veja também:

No futebol, tristeza pela derrota pesa mais para torcedor que alegria pela vitória, diz estudo

 

Fonte: Eunice Ferrari
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade