PUBLICIDADE

9 passos para o perdão: saiba como praticar e se beneficiar

Técnicas e caminhos para elaborar os seus sentimentos e chegar ao perdão

9 set 2021 12h02
ver comentários
Publicidade
Técnicas e caminhos para elaborar os seus sentimentos e chegar ao perdão - Shutterstock.
Técnicas e caminhos para elaborar os seus sentimentos e chegar ao perdão - Shutterstock.
Foto: João Bidu

Antigamente, haviam-se cartas de perdão que eram documentos apresentados aos reis para pedir clemência por crimes passíveis de pena de morte. Esses ofícios, em que narradores contavam e se arrependiam de suas histórias de violência, tiveram um papel notável na literatura. Como não se lembrar de grandes romances, inspirados nesses atos, que foram escritos a partir do século 16? Romeu e Julieta é um exemplo. O rapaz mata o primo da amada e é obrigado a partir para o exílio para depois pedir perdão. Mas sabemos que nem sempre é fácil perdoar, não é mesmo? Tem signos que perdoam com mais facilidade, já outros guardam por muito tempo o rancor. Para ajudar nessa difícil tarefa de perdoar, é possível contar com a ajuda dos 9 passos para o perdão. Entenda a seguir mais sobre esse ato e como praticá-lo.

JÁ CONFERIU A MENSAGEM DO UNIVERSO PARA O SEU SIGNO NO HORÓSCOPO DE HOJE? APROVEITA O OLHA O SIGNO DO @

Perdoar sempre rendeu belas histórias e, na música, não foi diferente. Chico Buarque escreveu, em uma de suas canções mais aclamadas, sobre um eu-lírico que, ali, perdoava o seu amado por todos os desafetos e traumas durante a relação. A letra de Mil Perdões (1984) se encerra com ele dizendo "te perdoo por te trair". A canção é uma bela tradução desse movimento, que, ao ser concluído, nos mostra como o ato que nos entristeceu diz mais sobre o outro do que sobre nós.

O começo do processo de perdoar trata-se de uma análise dos sentimentos que carregamos, e é importante não esperar um reconhecimento sobre o ato de perdoar. Vale lembrar da famosa Oração de São Francisco de Assis a qual diz: "É dando que se recebe. É perdoando que se é perdoado".

Ela mostra o que acontece quando se perdoa, já que sentimentos como o amor, a compaixão, o altruísmo e senso de responsabilidade vêm à tona. Portanto, apesar de algumas vezes parecer que ao perdoar você beneficia o outro, na verdade, você mesmo colhe os benefícios.

Os 9 passos para o perdão

Um professor, PhD, da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, ficou conhecido por estabelecer um caminho para o perdão. Fred Luskin criou um método dividido em nove etapas que podem contribuir para a evolução emocional.

1. É importante saber o que você está sentindo em relação ao fato que te magoou. Além disso, é bom que consiga relatá-lo. Por isso, conte a uma ou mais pessoas de confiança, ou, até mesmo, seu terapeuta. O ato de verbalizar suas emoções te ajudará a entendê-las e fará com que você se sinta compreendido.

2. Busque um autocomprometimento pensando no seu próprio bem. Faça o que for necessário para que você se sinta melhor em relação ao que ocorreu. Perdoar é sobre seu bem-estar acima de qualquer coisa.

3. É preciso entender o seu objetivo, que nem sempre é a reconciliação. Às vezes, virar a página e seguir em frente é a melhor opção. Não entre nesse processo esperando se reconciliar com a pessoa que te feriu. O caminho é a sua paz, e não a retomada da relação que você nutria.

4. É tudo uma questão de perspectiva: evite ficar remoendo o que te magoou no passado e foque em como isso está te afetando no momento. Dê atenção às dores físicas e mentais que você está sentindo.

5. Respire! Nos momentos em que você se sentir estressado ou irritado com o fato, ative o relaxamento do seu corpo. Exercícios e técnicas de respiração podem ajudar. Esses sentimentos negativos são capazes de gerar uma resposta de combate no seu corpo.

6. Não queira aquilo que não está ao seu alcance. Tem coisas que não se controla! Apenas você sabe o que se passa internamente, sendo assim, algumas pessoas podem não te proporcionar aquilo que você deseja. Não podemos estar à frente das ações e dos sentimentos alheios. Portanto, não busque nos outros uma maneira de saciar o que você precisa.

7. Siga em frente e busque outros caminhos para atingir o que quer, estabelecendo-os de uma maneira que você contorne a situação que o feriu. Novas pessoas e sentimentos lhe farão bem.

8. A melhor vingança é a sua vitória! Por isso, ao invés de ficar remoendo aqueles sentimentos, busque não olhar para aquilo. Não deixe que a pessoa que lhe feriu te afete mesmo após o ocorrido. Procure a beleza ao seu redor e sua vida será mais plena. 

9. Você é o dono da sua própria narrativa. Quando você chegar aqui, terá credibilidade para mudar a sua história e trocar de papéis. É importante ressignificar aquilo que aconteceu. Agora, você é um herói ou heroína, e não mais a vítima.

João Bidu
Publicidade
Publicidade