PUBLICIDADE

Você já teve déjà vu? Saiba mais sobre o fenômeno com ajuda dessas 4 teorias

23 jun 2022 13h12
ver comentários
Publicidade
Você já ouviu falar em déjà vu? Confira 4 explicações possíveis para sua ocorrência e descubra se você já teve – Shutterstock
Você já ouviu falar em déjà vu? Confira 4 explicações possíveis para sua ocorrência e descubra se você já teve – Shutterstock
Foto: João Bidu

Déjà vu é o nome dado à sensação inquietante que temos quando sentimos que já estivemos em uma mesma situação antes. Por alguns segundos, estamos convencidos de que já vivemos este momento anteriormente, a ponto de parecer que podemos prever o que vai acontecer a seguir. Embora uma causa real deste fenômeno ainda não tenha sido confirmada pela ciência, mais de 40 teorias foram propostas para tentar explicá-lo. Nessa lista, incluímos 4 de alguns dos exemplos mais interessantes e instigantes!

Sinais que você já teve Déjà vu

  1. Teoria da Realidade Paralela

A ideia de que vivemos entre milhões de universos paralelos contendo outros milhões de versões de nós mesmos vivendo nossas próprias vidas com uma diversidade de possibilidades diferentes sempre foi um pensamento um tanto intrigante. O déjà vu poderia realmente contribuir para essa teoria! Os que acreditam afirmam que a experiência humana do déjà vu pode ser explicada considerando a sensação inquietante de ter vivido um momento antes como um crossover (cruzamento) com um universo paralelo. Isso significaria que, o que quer que você esteja fazendo enquanto experimenta o fenômeno, uma versão paralela sua está fazendo a mesma coisa em um universo diferente simultaneamente, criando, assim, um alinhamento entre os dois! Embora curiosa, essa teoria não é apoiada por muitas evidências científicas, o que dificulta a aceitação. No entanto, a teoria do multiverso, que afirma que milhões de universos se formam aleatoriamente lado a lado, poderia ajudar a apoiar essa hipótese (alô Doutor Estranho?).

  1. Sonhos precognitivos

Um sonho precognitivo é aquele que prevê algo que acontecerá no futuro quando alguém se encontra em uma situação na qual já havia sonhado anteriormente. Muitas pessoas relatam ter esses sonhos sobre grandes tragédias, como o naufrágio do Titanic, sugerindo que os humanos têm um sexto sentido subconsciente! Isso poderia explicar o déjà vu, já que no momento em que temos a sensação de já ter vivido aquela situação antes, é porque já sonhamos com os acontecimentos presentes. Por exemplo: você pode ter um sonho em que vê uma paisagem e, depois, vê-la exatamente igual em uma viagem feita no mesmo dia.

Como sonhar não é um processo consciente, isso explica porque não reconhecemos conscientemente o estímulo (como a paisagem do exemplo), mas ainda sentimos que é familiar.

  1. Reencarnação

A teoria geral da reencarnação diz que vivemos como outra pessoa em uma vida anterior, antes de nascermos nesta. Embora existam alguns relatos interessantes de pessoas que parecem recordar detalhes pessoais precisos de suas vidas passadas, os que acreditam na reencarnação afirmam que a maioria de nós passa para a próxima vida sem nenhuma lembrança da anterior. Isso significa que não carregamos lembranças diretas de nossa antiga vida, pois as memórias criadas em um nível de consciência não podem ser recuperadas em outro. Como o déjà vu ocorre em um nível anormal de consciência, a teoria da reencarnação explicaria a experiência referindo-se ao momento como um sinal de uma vida anterior. Pode haver um gatilho no ambiente que permite que a transição da consciência ocorra. Talvez reconheçamos um certo som, cheiro ou imagem de nossa existência anterior e nos lembremos momentaneamente de nossa vida passada, o que explicaria por que nos sentimos revivendo o passado no presente. No entanto, não há como provar cientificamente ou refutar essa teoria. Tudo se resume a uma questão de fé!

  1. Uma "falha" na realidade

A teoria de que haja uma "falha" na realidade é, talvez, a explicação mais bizarra e emocionante incluída em nossa lista e, se essa teoria for verdadeira, o déjà vu pode realmente ser um evento fenomenal. Essa teoria o descreve como sendo um colapso momentâneo em nossa realidade - a famosa sugestão do cientista Albert Einstein de que o tempo não existe - que o tempo é uma criação humana feita para estabelecer ordem e estrutura. Isso poderia explicar o porque sentimos que já vivemos o mesmo momento anteriormente. Se o tempo é algo inventado, então o que acreditamos ser o passado, o presente e o futuro está, na verdade, acontecendo simultaneamente. Portanto, quando ocorre um déjà vu, estamos simplesmente indo para um nível maior de consciência, em que somos capazes de viver mais de uma experiência ao mesmo tempo. Essa teoria também tem implicações mais amplas. Se existe realmente uma falha na realidade, isso pode significar que danos aos fundamentos do nosso Universo ocorrem sempre que acontece essa experiência.

João Bidu
Publicidade
Publicidade