0

Um Carnaval para fantasiar

28 fev 2019
09h00
  • separator
  • 0
  • comentários

Carnaval, herança dos festejos Gregos em louvor do deus Dioníso – divindade da dança, do riso, do teatro, do vinho, do êxtase. Aqueles festivais – marcados por intensa alegria e rompimento com as convenções sociais – são a semente do Carnaval que, ainda hoje, conserva fortes traços de libertação das regras vigentes no sistema social. 

Um Carnaval para fantasiar
Um Carnaval para fantasiar
Foto: iStock

Assim, o Carnaval representa, do ponto de vista esotérico, um período de quebra da ordem, do convencional; período da indisciplina, falta de controle. Esses poucos dias, punhadinho de tempo, viram as coisas do avesso, de pernas pro ar.  É oportunidade de experiência de um mundo governado por forças primitivas: aquelas que estão por ai, mas mantemos, geralmente, sob controle vigilante.

Por se tratar da vida fora dos eixos e convenções comuns, o Carnaval carrega consigo, em todas suas nuances, aspectos de um simbolismo forte, incomum em nosso cotidiano. Nesse sentido, claro, as fantasias são indicadoras de arquétipos, de energias espirituais que encontram forma de se manifestarem. 

Ninguém escolhe uma fantasia por acaso. Conteúdos internos, manifestações dos carmas influenciam nas opções. Sim, memórias de outras vidas determinam as fantasias que elegemos. 

Dessa forma as fantasias, com seus fortes aspectos simbólicos, nos remetem a personagens conhecidos, tipos ideias. Entre as muitas que animam os Carnavais, algumas se destacam pelo poder forte de evocação esotérica. Apresento quatro delas, ligadas à substancialidade dos Elementos da Natureza:

1. Elemento Terra 

Masculino: Cigano 
Indica uma busca de valorização das coisas mais simples e verdadeiras da vida. Quem se fantasia assim, busca um pacto com a energia telúrica, bastante sexualizada e agitada, sempre mais sensível do que racional.   

Feminino: Colombina
É a escolha da mulher que quer reencontrar com as coisas mais simples e verdadeiras, “pé no chão” como se diz por aí. Faz alusão a uma vida mais harmoniosa, livre das energias negativas do materialismo desenfreado. 

2. Elemento Fogo

Masculino: Índio
Carrega a impulsividade daquilo que se afasta das convenções, busca transformação e renovação incessante. Fantasia que pode ser adotada por quem está buscando renovar a própria vida, abrir-se para novidades e possibilidades inéditas. 

Feminino: Diabinha
Na lógica invertida do Carnaval costuma ser usada de forma irônica, sendo capazes das maiores doçuras e bondades. Mas cuidado, não é fantasia que se vista impunemente e, contrariado, pode fazer desabar sobre qualquer inocente um fogo terrificante.

3. Elemento Água 

Masculino: Pirata 
Representa as energias da transição, do movimento e da viagem. Sua característica é a impermanência, o nomadismo, a incapacidade de ficar atracado por muito tempo. Volúvel como a água, é a fantasia preferida dos que estão procurando aventuras. 

Feminino: Sereia
Mistura ideal e equilibrada entre sedução e risco. Seu canto, irresistivelmente cativante, também é assustadoramente perigoso. A sereia deixa clara uma personalidade forte, uma não, melhor, duas: metade menina (meiga, terna), outra metade mulher (poderosa, decidida).

4. Elemento Ar 

Masculino: Príncipe
Para quem está em momento de ternura e leveza, de bem com a vida e consigo mesmo. Sua marca é a suavidade em todas as ações e escolhas. Não quer ferir, não quer ser invasivo, sua vocação é ser companhia agradável, sempre atenta às necessidades dos outros ao redor. 

Feminino: Anja
Mensageira ou justiceira, pode usar suas grandes asas para singrar as nuvens e os ares. Sempre dinâmica e corajosa, sem temor de enfrentar os mais extremos casos de injustiça ou violência, gosta de auxiliar e reparar as maldades.

***

A partir desse modelo, você pode aproveitar a festa para buscar um lado oculto e revelador da sua vida, ou mesmo para escolher alguém que tenha conexão com as suas fantasias pessoais, nem que seja só para brincar uma noite de carnaval. 

Quer saber mais sobre o trabalho de Marina Gold ou entrar em contato com ela, clique aqui.

Veja também:

Rainha da Mocidade Alegre comenta o figurino para o Carnaval

 

Fonte: Marina Gold
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade