1 evento ao vivo

Oração de São Vito para causas urgentes

Conheça a história do santo e como ele ficou conhecido pela proteção aos necessitados

15 jun 2020
10h15
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Não há dia mais especial para realizar uma oração de São Vito do que 15 de junho, data marcada pelo seu falecimento, possivelmente no ano de 304. O divino foi morto aos 15 anos, após se negar a abdicar a sua fé por Jesus Cristo.

Após ser canonizado, entrou para o grupo dos 14 santos auxiliares, divindades que podem interceder pelos fiéis em ocasiões específicas ou para sanar determinadas doenças. Além disso, São Vito ficou conhecido por curar mordida de cachorro e a epilepsia da coréia - enfermidade popularmente chamada de "doença de São Vito".

História do santo

Vito nasceu na antiga cidade de Mazara, na Sicília ocidental, no final do século III, em uma família pagã e muito rica. Sua mãe faleceu ainda quando era muito novo. Halaz, seu pai, para cuidar do menino, contratou uma ama chamada Crescência, uma mulher de linhagem nobre, cristã, viúva e que tinha perdido seu único filho há pouco tempo.

Halaz também admitiu Modesto, um professor cristão, para ensinar seu filho em casa. Como o pai de Vito era contra qualquer doutrina católica, ambos os novos empregados esconderam suas crenças, mas acabaram por educar o menino dentro da religião.

Aos doze anos, embora clandestinamente, Vito já estava batizado e possuía uma forte identificação com os ensinamentos de Jesus. Ao saber disso, Halaz tentou convencê-lo a abandonar a fé. Vendo que não teria sucesso, castigou o filho, entregando-o ao governador Valeriano, que o prendeu e maltratou por vários dias.

Modesto e Crescência, comovidos com a situação, planejaram uma fuga que, segundo a tradição, teve a ajuda de um anjo. Ao conseguirem tirar Vito das mãos tiranas de Valeriano, os três fugiram para Lucânia, em Nápoles. Após um período de paz, acabaram sendo reconhecidos e passaram a viver de cidade em cidade.

Durante essa fase, Vito, que desde os sete anos havia manifestado dons especiais, reuniu inúmeros milagres. Dentre os mais conhecidos, está a ressuscitação de um garoto que tinha sido machucado por cães raivosos.

A perseguição aos três só teve um fim quando o filho epilético do imperador Diocleciano ficou muito doente. Preocupado, o soberano pediu para que trouxessem Vito ao palácio para que o curasse, pois já havia tomado conhecimento de seus dons. Ao ser levado à presença do rapaz enfermo, o santo homem rezou com fé a Jesus.

Mas, assim que seu pedido foi atendido, Diocleciano mandou prender Vito. Após se negar, novamente, a deixar sua crença, o divino foi condenado à morte, em 15 de junho, possivelmente de 304, depois de ser bastante torturado. Por isso a data ficou marcada pela realização da oração de São Vito.

Outra narrativa da história, revela um final diferente, mas não menos trágico. Vito, Modesto e Crescência teriam sido levados diante de uma multidão para serem torturados e jogados aos cães raivosos. No entanto, um milagre os livrou do mal. Os animais não os atacaram e se deitaram aos pés dos três cristãos. Irritado com a situação, o imperador Diocleciano mandou que eles fossem colocados dentro de um caldeirão com óleo quente.

Oração de São Vito

"Ó glorioso São Vito! Vós suportastes, com calma e serenidade, as ameaças e insultos do vosso próprio pai e as perseguições dos pagãos. Até nas torturas do martírio conservastes uma tranquilidade imperturbável. Olhai para mim, pobre servo e devoto vosso. Vede a que estado nervoso me reduziram o cansaço, o esgotamento, a ansiedade e a depressão. A insônia me priva do descanso da noite. Qualquer contrariedade me irrita e me enerva. Palavras ríspidas e descaridosas me escapam da boca, contra a minha vontade. Por vezes os meus pensamentos se descontrolam e me torno incapaz de coordenar as minhas idéias. Até as minhas mãos se tornam trêmulas. O desânimo, o amargor invadem todo o meu ser. A minha força de vontade enfraquecida não me ajuda mais. Toda esta situação me deixa prostrado, desanimado, aflito e incapaz de reagir diante das dificuldades e dos problemas que surgem na minha família, no meu trabalho e no convívio com as pessoas. Querido São Vito! A vós recorro porque em vós eu vejo uma esperança para a minha saúde, uma luz para a minha vida. Sinto que a vossa proteção me reanima na minha fraqueza. De vós espero alívio na minha aflição, calma nos momentos de irritação, equilíbrio na perturbação, força de vontade para superar tudo o que é negativo. A vossa bênção me dará um pensamento positivo, paz, segurança, tranquilidade. Ó glorioso São Vito! Que vossa proteção faça reviver a minha esperança num Poder Superior. Que a vossa intercessão aumente a minha fé em Deus, Pai de amor; que fortaleça a minha confiança em Deus Filho e Salvador; que reanime a minha segurança em Deus, Espírito Santo Consolador. São Vito, eu vos peço fortaleza no desânimo, luz na dúvida, clareza na confusão e calma nas contrariedades. São Vito, São Vito! Socorrei um coração aflito! Amém."

Não esqueça de realizar a oração de São Vito com muita fé e paz no coração para que seus pedido sejam atendidos.

Veja também:

Venezuela: os trabalhadores da saúde com salários de US$ 4 por mês e sem equipamentos de proteção
Alto Astral
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade