1 evento ao vivo

Esotérico

Corpo e mente em equilíbrio são aliados do sucesso

yurok / iStock
25 nov 2017
09h00
atualizado às 09h32
  • separator
  • comentários

Anteriormente abordei uma questão que anda sempre presente enfraquecendo e disturbando as pessoas.  A busca da serenidade, constante no ser humano, cuja meta é vencer a ansiedade.

Como colocar o mundo interior em afinação com um Universo escorregadio, que se abre e modifica a cada experiência vivida? Como conseguir essa façanha, numa vida tão complicada e repleta de veredas duvidosas?

As aflições humanas expressam, antes de mais nada, a falta de confiança que se tem naqueles que nos rodeiam. O temor de ser atacado, agredido, traído, nos leva a um comportamento próximo dos animais, que na selva se esgueiram, se escondem, ou simplesmente atacam, antes de serem agredidos.

Tudo isso causa imensa ansiedade. Uma excelente forma de afastar essa angústia pode ser encontrada em simples exercícios de serenização do cotidiano: desligar os aparelhos eletrônicos, escolher um ambiente calmo à meia luz, posicionar-se confortavelmente (música de fundo, deitar-se ou acomodar-se na poltrona) no intuito de, relaxamento, afastar os problemas e preocupações.

Buscar meditar, esvaziar a mente, é a melhor maneira de tranquilizar os estímulos desagradáveis, as rotas de perseguição, e realcançar a calma do equilíbrio e da segurança. Evidente que é preciso de treino, e de paciência até adaptar a mente a algo tão pouco “ocidental”.

Porém, se você sente que tem energia em excesso e não consegue se largar, esvaziando a mente dos problemas e aflições que parecem imensos, intransponíveis; você pode tentar fazer exatamente o contrário, que também leva a bons resultados: mova-se, saia caminhando, correndo, pedalando, nadando, alongue-se, faça atividade física.

Ela serve como válvula de escape, descarregamento, e ajuda a vencer a ansiedade. Também não é uma proposta fácil, necessita dedicação, treino e acompanhamento.

A combinação dessas duas práticas, leva o ser humano a estar mais capacitado para enfrentar os desafios e dificuldades. Vale a reflexão: o que é mais correto? O famoso ditado: “mente sã em corpo são”, ou seu contrário complementar, “corpo são com uma mente sã”?

Na dúvida, busque as duas saúdes: medite e mova-se!

Quer saber mais sobre o trabalho de Marina Gold ou entrar em contato com ela, clique aqui .

Veja também

Poluição ameaça local de nascimento de Buda e obriga monges a meditar de máscara
Fonte: Marina Gold

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade