0

A bondade

22 jul 2018
09h00
  • separator
  • comentários

A bondade?

A bondade
A bondade
Foto: PeopleImages / iStock

A bondade é “Sim”, maiúsculo. 

A bondade é ideal luminoso.

A bondade é união.

A bondade é fortalecedora, libertadora.

A bondade é caminho de beleza e exuberância.

A bondade é dadivosa maternidade do amor.  

A bondade é irmã da confiança e da esperança.

A bondade é chave mestra para se viver melhor.

A bondade é remédio eficaz nessa época adoentada.

A bondade é redutora do sofrimento no mundo – que, aliás, não é pouco.

A bondade é justificativa para a inteligência e o caráter.

A bondade é grandeza, humildade, desprezo pelo horror e pela violência.

A bondade é raio de sol que rompe o escuro, acalenta, energiza.

A bondade é geradora de bem-estar, altera as sequências de momentos da vida, provoca transformações no fluxo do existir.

A bondade é convite para desenvolvimento pessoal, inspiração para passar as dificuldades a limpo, gerando uma melhor versão de nós mesmos.

A bondade é baliza de equilíbrio interior, enfrenta poderosamente a depressão, a ansiedade, o estresse – famosas pragas desses nossos tempos destrambelhados.

A bondade é promotora da gentileza, ternura, polidez, delicadeza, compaixão, empatia, solidariedade (cada palavra bonita!).

A bondade é elevação do que de melhor os seres humanos têm e são capazes. Educar uma criança – ou (re)educar-se a si mesmo – em função da bondade abre espaço para significativo ganho de melhoria emocional, equilíbrio mental, expressão do ego, ação efetiva,  compreensão de si e do mundo ao redor.

A bondade é tanta coisa, né? Só nesse breve texto usei a palavra, definindo e desfolhando sentidos, dezoito vezes. Podia seguir: mais dezoito, trinta e seis, setenta e duas e assim adiante.

Sem abusar da paciência do leitor, fico por aqui certa de que ele já entendeu e vai abraçar o desafio, aperfeiçoar. Porque, se não bastasse o tudo que disse acima, vale complementar lembrando: a bondade é a purificadora da alma.

Quer saber mais sobre o trabalho de Marina Gold ou entrar em contato com ela, clique aqui .

Veja também:

 

Fonte: Marina Gold

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade