0

9 cristais para conexão com o Sagrado Feminino

Conheça os cristais que restauram sua ligação com o Sagrado Feminino

26 jun 2020
13h26
atualizado às 13h38
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Os cristais podem ajudar a reestabelecer a conexão com a natureza sagrada - Crédito: OlgaLucky/Shutterstock
Os cristais podem ajudar a reestabelecer a conexão com a natureza sagrada - Crédito: OlgaLucky/Shutterstock
Foto: João Bidu

No início dos tempos, no período paleolítico, o homem vivia em contato constante com a natureza e sobrevivia dela por meio da colheita, da caça e da pesca.

Naquela época, as mulheres desempenhavam um papel importante na cura com o domínio das ervas, no sacerdócio e no xamanismo primitivo como a primeira forma de religião em seu grupo ou comunidade. O homem, que era o defensor de seu povo, não sabia que tinha uma grande participação no ato da procriação de sua espécie.

Ao observar a mulher, que se deitava ao luar, dar à luz um novo ser, passou a percebê-la como sagrada e viu a Lua como uma Deusa que abençoava aquela gestação. Surge então a ideia de que se a vida é gerada pela mulher, então todo o Universo e a vida na Terra teriam sido gerados em um grande ventre.

As evidências arqueológicas e antropológicas provam, por meio de pinturas rupestres e estátuas antigas, a existência de um culto ancestral a uma divindade feminina, que durou milhares de anos tendo a figura da mulher como centro espiritual de sua comunidade.

Apesar de, mais tarde, o homem identificar sua participação como sagrado e existir o equilíbrio dos cultos com a veneração da Lua como o Sagrado Feminino e o Sol como o Sagrado Masculino, a Grande Mãe sempre foi respeitada, até a chegada do domínio das religiões essencialmente patriarcais.

Na atualidade, dentro das práticas modernas - em especial nos círculos de mulheres -, o resgate do culto à Deusa renasce com as práticas do Sagrado Feminino. Esse movimento não só reequilibra a balança como beneficia a humanidade com amor e cura para os tempos atuais.

Os Cristais, bênçãos concedidas pela Mãe Terra na natureza, são ferramentas utilizadas por diversas civilizações antigas, vistos como fonte de poder e cura espiritual. Eles representam o elemento terra, têm conexão com a ancestralidade e, muitos deles contam com forte ligação direta com a força do poder feminino.

O uso dos cristais para o trabalho de resgate e conexão com o Sagrado Feminino promove o reequilíbrio dos arquétipos da Deusa interior nos campos emocional, mental, físico e espiritual, através da terapia cristalina, dos rituais e magias com essa ferramenta natural e sagrada.

Cristais para conexão com o Sagrado Feminino

Água Marinha

Chamada de tesouro do oceano, a Água Marinha tem ligação com as sereias e com as deusas da água. É uma pedra que proporciona a expressão clara do inconsciente e das emoções. Pode ser utilizada como um portal para acessar a Deusa e se comunicar com toda a ancestralidade feminina por meio da intuição e da sensibilidade. É excelente para eliminar sentimentos de frustração, raiva e baixa autoestima, já que promove um aumento do poder feminino.

Cornalina

Conhecida como uma pedra de coragem e força vital, a Cornalina trabalha a criatividade, a fertilidade e promove um trabalho intenso da sexualidade. É uma pedra excelente para tratar todos os tipos de abuso, fazendo a mulher assumir seu poder e despertar a confiança em si mesma para enfrentar as adversidades da vida. Ela trabalha o arquétipo da mulher guerreira, livre sexualmente e dona do seu corpo.

Crisocola

Pedra da comunicação e do aprendizado espiritual, a Crisocola é ideal para o fortalecimento da energia feminina. Ela favorece a percepção de si mesma, trabalha a sensibilidade e promove o equilíbrio emocional. Devido à sua forte conexão com a terra e a água, elementos femininos, a Crisocola desperta a mulher para sua a missão de vida. É uma pedra para o sacerdócio do Sagrado Feminino, despertando a consciência da mulher para sua missão como sacerdotisa.

Esmeralda

Considerada uma pedra de Vênus, a deusa do Amor e da beleza, a Esmeralda é uma das pedras mais importantes para o coração, além de ser uma pedra de cura emocional que faz a reconexão com a voz interior. Promove a fertilidade e abundância, ajuda a trabalhar as relações, auxilia no reencontro com a missão divina, tornando-se ideal para o resgate da mulher com a conexão com o Sagrado Feminino.

Jaspe Vermelho

Uma das pedras mais usadas nos ritos de passagem femininos das culturas antigas, o Jaspe Vermelho representa o sangue da mulher e sua conexão com a ancestralidade. Ajuda a ativar a sexualidade, trabalha os ciclos menstruais, promove a vitalidade feminina, desperta o senso de beleza e a autoestima e ativa o poder pessoal.

Obsidiana

Pedra muito importante relacionada aos aspectos escuros da Grande Mãe, em especial a deusa Lilith, a Obsidiana na sua forma negra ou floco de neve trabalha a sombra, o aspecto do Sagrado Feminino que foi reprimido pela cultura. Conhecida como a pedra da Lua Negra, ela conecta a mulher com o arquétipo "Bruxa" da Grande Mãe, sendo ideal para quem deseja trabalhar a sombra para eliminar padrões repetitivos, se libertar das amarras do patriarcado, e principalmente se aceitar. É comum o uso do espelho feito desta pedra para os trabalhos. Contudo, é importante lembrar que ela deve ser manuseada com muito cuidado e sempre com orientação de uma terapeuta profissional e experiente com Cristais do Sagrado Feminino.

Pedra da Lua

Considerada uma das pedras que representam a Deusa, a Pedra da Lua é um verdadeiro cristal de resgate do Sagrado Feminino. Usada nos rituais ou tratamentos terapêuticos, ela promove a liberação das emoções, a regularização hormonal, trabalha os ciclos internos da mulher e pode ser usada como amuleto para fertilidade e intuição. Podem ser usadas tanto a Pedra da Lua Branca, Arco-íris ou Pêssego para os trabalhos.

Quartzo Rosa

Considerada a pedra que trabalha o amor, o Quartzo Rosa desempenha um papel especial nas práticas do Sagrado Feminino. Sendo uma das pedras de grande frequência energética, ele promove o autoamor, a autoestima, a cura e a liberação dos sentimentos reprimidos, gerando o equilíbrio necessário para a expressão do amor incondicional e da compaixão por si mesma. Sua cor amorosa nos remete à Grande Mãe e, nas praticas da cura feminina, é usado em formato de ovo num contato íntimo da mulher com o seu sagrado - também conhecido como yoni egg.

Turquesa

Uma das pedras mais sagradas para os povos antigos em diversas culturas, a Turquesa é um cristal de força ancestral que trabalha a comunicação e a expressão da verdade. É uma pedra de empoderamento que promove o equilíbrio dos quatro elementos e, por ser uma pedra antiga, é ideal para a mulher que deseja se conectar com o aspecto da Anciã do Sagrado Feminino, a fim de despertar sua sabedoria trazida de vidas passadas. Ela desperta a intuição, elimina depressão e expande a consciência para a espiritualidade.

Dicas:

  • Use os cristais devidamente limpos e energizados para estabelecer uma conexão com o poder feminino. Caso queira, dedique seu cristal ou consagre-o para uma Deusa de sua devoção, para que funcione como um elo e instrumento de poder.
  • Para o trabalho com o resgate da energia feminina, é importante que se faça a busca por uma terapeuta e que haja empatia. Resgatar essa parcela ancestral perdida no ser humano, tanto para homens quanto para mulheres, é olhar fundo em um espelho de emoções e estar pronto para se deparar com verdades inconscientes que precisam ser aceitas e trabalhadas para que haja o equilíbrio. Os cristais são ferramentas importantes nesta jornada.

Texto: Sérgio Olens - Terapeuta Holístico e Oraculista

Veja também:

De andador, veterano de guerra de 99 anos arrecada milhões para saúde pública britânica
João Bidu
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade