0

Esotérico

Você sabia? A orelha fica vermelha quando estão falando de você?​

iStock
  • separator
  • comentários

Você já deve ter escutado alguém dizer "minha orelha está vermelha, estão falando de mim". Também há quem diga que se a orelha em questão é a direita, estão falando bem, se é a esquerda, estão falando mal. Mas, afinal, por que ficamos com a orelha vermelha? É por estarem mesmo falando a nosso respeito?

A dermatologista Sueli Coelho afirma que essa história não passa de um mito. Para a médica, subchefe do Serviço de Dermatologia do Hospital Universitário Clementino Fraga, ligado à Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), a vermelhidão nas orelhas é comum e ocorre por causa de uma dilatação natural dos vasos sanguíneos, permitindo a maior passagem de sangue - daí a cor avermelhada e a sensação de "calor".

Segundo ela, na maioria das vezes, "o processo está ligado ao sistema nervoso do ser humano, surgindo na hora em que a pessoa se sente momentaneamente pressionada, preocupada, angustiada ou quando ela se julga criticada ou avaliada negativamente por alguém".

Sendo um processo ligado ao corpo de cada um, a dermatologista analisa com ironia a tal lenda associada às fofocas. "Se fosse por isso, pode-se dizer então que uma pessoa estaria falando mal dela mesma já que, em muitas situações, o próprio indivíduo se coloca sozinho na situação de pressão, provocando o enchimento dos vasos", afirmou.

"A vasodilatação deixa eventualmente a orelha vermelha, o que pode ocasionar uma desagradável sensação de queimação. As causas podem ser psicológicas, mas também fisiológicas, como alguma descarga inexplicada gerada por um mecanismo interno do organismo", explicou. O uso de determinados tipos de medicamentos também pode estar envolvido.

Sueli Coelho destaca que não há a possibilidade de algum vaso sangüíneo estourar, criando danos à saúde. "Mesmo que a pessoa sinta uma sensação desagradável de queimação na orelha, a parede dos vasos sanguíneos é dinâmica e pode se dilatar e retornar ao tamanho natural por causa de mecanismos de controle. Após alguns segundos ou minutos, tudo volta ao normal", completou.

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade