PUBLICIDADE

Festa junina: dicas de chef para fazer a cocada perfeita

Nunca mais erre no preparo de cocada com as dicas do chef Robinho Silva

22 jun 2023 - 11h36
Compartilhar
Exibir comentários
Receita simples e saborosa, a cocada é, acima de tudo, um doce versátil.
Receita simples e saborosa, a cocada é, acima de tudo, um doce versátil.
Foto: Estadão / Estadão

Uma cocada bem feita pode fazer a diferença na sua festa junina. Receita simples e saborosa, a cocada é, acima de tudo, um doce versátil. Cocada branca, cocada queimada, cocada cremosa, cocada de corte: o doce permite diversas variações que, se feitas da maneira correta, são deliciosas.

Não é difícil fazer uma boa cocada, mas suas diferentes versões devem seguir algumas regrinhas básicas para que o doce fique com aquele gostinho especial que é sucesso garantido nas festas juninas e quermesses. Pensando nisso, chamamos o chef Robinho Silva, do Dojour, para dar algumas dicas valiosas para você fazer sua cocada de festa junina, da escolha do coco ao ponto ideal do doce. Ficou curioso? Confira as dicas e faça a cocada perfeita.

Como escolher seu coco

Uma boa cocada começa por sua matéria prima: o coco. A qualidade do coco faz a diferença, e a orientação do chef Robinho é simples: selecione um coco fresco. "Não têm muito segredo em relação ao tipo de coco, basta procurar um coco fresco. Cocadas feitas com coco industrializado não ficam tão gostosas", complementa.

Qual a melhor panela para fazer cocada

Depois de selecionar o coco, vamos aos utensílios necessários para o preparo do doce. Segundo Robinho, é legal evitar panelas inox. "Panelas de alumínio ou alguma com Teflon são ideais. Panelas de inox, se você não tiver experiência, podem queimar", afirma o chef.

Qual a diferença entre cocada branca e cocada queimada?

Você prefere cocada branca ou cocada queimada? Apesar de semelhantes, existe uma diferença fundamental entre as cocadas. "Na cocada queimada, você precisa fazer caramelo antes. Somente açúcar em fogo baixo", disse Robinho. Depois que o açúcar derreter por completo, adicione o coco ralado. O chef orienta colocar a mesma proporção de açúcar e coco.

Cocada mole x cocada dura

Os tipos de cocada vão além de seus ingredientes - a consistência do doce também entra em jogo. "A cocada mole é mais fácil porque você não precisa esperar secar, basta manter na panela", complementa o chef. O ponto ideal é quando a cocada começa a soltar do fundo da panela. Para a cocada dura (ou cocada de corte) você deve esperar o doce secar e esfriar, e aí sim cortá-lo em pedaços.

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Publicidade