PUBLICIDADE

Foto de Bolsonaro em Maceió é de 2021 e não tem relação com colapso de mina da Braskem

5 dez 2023 - 15h46
Compartilhar
Exibir comentários

Uma foto em que Jair Bolsonaro (PL) aparece rodeado de autoridades usando máscaras faciais não retrata uma visita do ex-presidente a Maceió após a prefeitura da cidade decretar estado de emergência em razão do iminente risco de colapso de uma mina da Braskem. O registro difundido pelas peças enganosas é de uma visita de Bolsonaro à capital alagoana em 2021, quando participou de uma cerimônia de entregas de casas populares.

Publicações com o conteúdo enganoso acumulavam 50 mil visualizações no TikTok, além de centenas de compartilhamentos e curtidas no Facebook e no Instagram, respectivamente, até a tarde desta terça-feira (5). As peças enganosas circulam também no WhatsApp, plataforma na qual não é possível estimar o alcance dos conteúdos (fale com a Fátima).

Selo falso

Presidente Jair Bolsonaro já está em Maceió para dar apoio a cidade que está afundando. Enquanto isso tem "líder" passeando com a esposa em Dubai.
Registro de 2021 que mostra visita de Bolsonaro a Maceió para entrega de casas populares circula como se fosse uma visita atual, diante do iminente colapso de mina na capital alagoana
Registro de 2021 que mostra visita de Bolsonaro a Maceió para entrega de casas populares circula como se fosse uma visita atual, diante do iminente colapso de mina na capital alagoana
Foto: Aos Fatos

Posts difundem uma foto que mostra uma visita do então presidente Jair Bolsonaro a Maceió, em 13 de maio de 2021, para a cerimônia de entrega de 500 casas populares, como se fosse uma visita recente à capital alagoana após o risco do colapso do solo na área de uma mina da Braskem.

Na ocasião, Bolsonaro foi recebido no Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares pelo prefeito da cidade, João Henrique Caldas (PL), e pelo deputado estadual Cabo Bebeto (PL). Bolsonaro também inaugurou um viaduto e um trecho do Canal do Sertão Alagoano, além de receber uma placa de cidadão maceioense, que não foi aprovada pela Câmara Municipal.

Em 29 de novembro de 2023, a Prefeitura de Maceió decretou estado de emergência em razão do iminente colapso de uma mina da Braskem, que fez com que bairros da cidade fossem evacuados pelo risco de desabamento. Aos Fatos não localizou registros na imprensa e nas redes de Bolsonaro de que ele tenha estado em Maceió após o decreto municipal.

Entre os dias 30 de novembro e 2 de dezembro, o ex-presidente visitou cidades do Rio Grande do Norte, como Extremoz, Parnamirim e Ponta Negra, além da capital potiguar. Desde então, não há registros de que Bolsonaro tenha ido ao estado de Alagoas.

Segundo o último boletim divulgado pela Defesa Civil de Maceió, na manhã desta terça-feira, a velocidade de afundamento da mina voltou a subir e chegou a 0,27 cm por hora. O movimento verificado nas últimas 24 horas foi de 6,5 cm e, até o momento, a região já afundou 1,86 metro.

O afundamento do solo de bairros é acompanhado pelo MPF (Ministério Público Federal) desde dezembro de 2018 e já havia resultado em um acordo de indenização entre a empresa e o município no valor de acordo R$ 1,7 bilhão.

Referências:

1. Gazeta Web

2. G1 (Fontes 1 e 2)

3. Governo de Maceió

4. Assembleia Legislativa de Maceió

5. Jornal de Alagoas

6. YouTube

7. O Globo

8. CNN Brasil (Fontes 1, 2 e 3)

9. Twitter (@jairbolsonaro) (Fontes 1, 2, 3 e 4)

10. Diário do Nordeste

Aos Fatos
Compartilhar
Publicidade
Publicidade