PUBLICIDADE
Logo do

Cruzeiros › Destinos

10 lugares na Suíça que são obrigatórios para turistas

Com os Alpes Suíços na paisagem, cidade é ideal para uma esticada pré ou pós-cruzeiro

2 jun 2015 13h00
| atualizado às 15h04
ver comentários
Publicidade

Uma das mais charmosas cidades europeias, Zurique, na Suíça, está localizada bem no coração do continente. Com os alpes suíços no horizonte, logo ali, a região encanta ainda mais pelo belo centro histórico formado por construções medievais e igrejas centenárias. 
A cultura é um ponto forte desse município no cantão alemão da Suíça, com mais de 50 museus e cem galerias de arte. Companhias de cruzeiros fluviais europeias costumam oferecer pacotes de estadia pré ou pós-viagem no destino, com tempo suficiente para que os turistas possam conhecê-la e experimentar as delícias suíças, como os chocolates, além de explorar atrações específicas, como os típicos Mercados de Natal no fim do ano. Confira 10 atrativos de Zurique.

Bürkliterrasse - Parte do parque do Lago Zurique, o Bürkliterrasse é um ponto de encontro na cidade, do qual é possível avistar os Alpes Suíços durante os dias de céu claro. No local está a estátua de Zeus e Ganímedes, seu amante.

Igrejas compõem a paisagem da cidade
Igrejas compõem a paisagem da cidade
Foto: S.Borisov/Shutterstock

Igreja de São Pedro - Paróquia mais antiga de Zurique, a Igreja de São Pedro possui o maior relógio de igrejas na Europa. Construída no século IX, sua torre foi usada c

omo observatório anti-incêndios até 1911. Nela fica a face do relógio, com 8,7 metros de diâmetro e cinco sinos de 1880. O maior deles pesa mais de seis toneladas.

Museu Schloss Kyburg - O Castelo Kyburg, localizado em uma colina próxima ao rio Töss, foi o mais importante castelo feudal do leste da Suíça. Atualmente, ele é um museu com áreas como uma câmara de tortura, cozinha medieval, peças de armaduras, sala de armas e capela com obras de arte do século XV.

Grossmünster - De acordo com a lenda, a igreja Grossmünster, de Zurique, foi construída sobre as sepulturas dos santos patronos da cidade, Félix e Regula. Carlos Magno teria descoberto as sepulturas e então erguido a igreja como um mosteiro. Durante a primeira metade do século XVI, a Grossmünster foi o ponto de partida da reforma protestante.

Augustinerkirche - Construída em 1270, a Igreja de Santo Agostinho foi usada durante cerca de 300 anos como fábrica de moedas, até que a igreja católica a reclamou em 1841. Além da área externa, destacam-se no prédio a área de coral, altar, a fonte de batismo e o crucifixo desenhados por Franz Fischer, e os vitrais de August Wanner.

Augusto Giacometti's Entrance Hall - A entrada do centro policial de Zurique é uma das atrações arquitetônicas da cidade. Até 1900, o prédio era usado como orfanato e, ao ser convertido em centro policial, sua adega foi transformada na entrada e para isso precisou passar por restauração. Realizada por Augusto Giacometti, a pintura transformou o local em uma obra de arte.

Old Town - A parte da Cidade Antiga de Zurique ainda preservada transporta os visitantes para a Idade Média. Com prédios históricos renovados e ruas estreitas, o local mantém casas antigas de fachadas coloridas que contam um pouco da história da região.

Niederdorf - Parte da Cidade Antiga, a Niederdorf é uma área popular em Zurique, com atrações turísticas, restaurantes e lojas. Durante a noite, os bares do distrito se transformam em points, com espaço para artistas urbanos.

Mercados de Natal - Zurique, assim como diversas cidades europeias, tem uma tradição de mercados de Natal abertos no final do ano. São vários espalhados por todos os cantos, desde a Cidade Antiga até a estação de trem. Neles são comercializados produtos típicos, artesanatos, presentes e comidas natalinas.

Chocolate - Um dos produtos mais conhecidos da Suíça, junto com os canivetes e relógios, são os chocolates. Em Zurique há diversas chocolaterias e tours temáticos para conhecer esses locais e experimentar os doces.

Veja roteiro:
12 dias - Cruzeiro a bordo do AmaCerto, da AmaWaterways, com duas noites em Zurique, duas em Lucerna, antes do embarque em Basel, também na Suíça. Início em 21 de novembro. Escalas em Breisach, Speyer, Heidelberg, Rüdesheim e Colônia, na Alemanha, Estrasburgo, na França, e Amsterdam, na Holanda. Cabines a partir de US$ 4.059 (R$ 12.294,31) por pessoa, mais taxas.

12 dias - Cruzeiro a bordo do Visionary, da Avalon Waterways, com partida de Zurique em 9 de agosto de 2016 e embarque em Basel. Escalas em Estrasburgo, Würzburg, Bamberg, Nurembergue, Regensburgo e Passau, na Alemanha, Melk, Dürnstein e Vienna, na Áustria. Cabines a partir de US$ 4.249 (R$ 12.869,80) por pessoa, mais taxas.

Conheça o cruzeiro que será novidade na próxima temporada Conheça o cruzeiro que será novidade na próxima temporada

Fonte: Canarinho Press
Publicidade
Publicidade