PUBLICIDADE
Logo do

Cruzeiros › Destinos

Destaque na novela, Sydney é ideal para visitar em cruzeiros

Cidade mais populosa da Austrália cresceu a partir do porto, por isso é ótima de conhecê-la numa escala

10 nov 2015 08h00
ver comentários
Publicidade

Ela está em cenas incríveis na nova novela das 7 da Globo, Totalmente Demais. Sydney pode não ser a capital da Austrália, mas é uma das cidades mais marcantes do país. Primeira colônia britânica australiana, é um paraíso para quem busca um ambiente urbano, com arquitetura marcante e vida cultural intensa, mas também belas praias, conhecidas por surfistas de todo o mundo.

A vantagem para quem embarca ou desembarca em um cruzeiro por lá é que a cidade se expandiu a partir do porto, e por isso é fácil conhecer alguns de seus mais importantes pontos turísticos ao sair dele.

Ponte da Baía de Sydney tem o maior arco de aço em uma estrutura como essa no mundo
Ponte da Baía de Sydney tem o maior arco de aço em uma estrutura como essa no mundo
Foto: iofoto/Shutterstock

Não perca

Ópera de Sydney – Não tem como fazer um cruzeiro em Sydney e não ver a Ópera, edifício mais marcante da cidade. Até porque ela fica próxima do porto e inevitavelmente ficará visível para os hóspedes. Mas vale a pena chegar mais perto dessa casa de espetáculos inaugurada em 1973 e construída com design marcante que lembra um conjunto de conchas.

Ponte da Baía de Sydney – Ligação entre o centro financeiro da cidade e a área residencial, possui um marcante arco de aço considerado até hoje o mais alto em uma ponte no mundo. Datada de 1932, a Ponte da Baía de Sydney é um dos atrativos turísticos mais conhecidos da cidade e, para quem tiver coragem, pode ser escalada.

The Rocks – A atual Sydney nasceu em The Rocks, local escolhido pelos colonos europeus para se instalarem em 1788. Essa região atrai moradores e turistas, pois é um ponto de muitas atrações culturais e artísticas, com diversos bares, restaurantes e feiras que comercializam roupas, acessórios, joias, fotografias e souvenires nos fins de semana.

Edifício Queen Victoria – No espaço de um quarteirão inteiro fica o imponente edifício Queen Victoria, de 1890. Nele destacam-se o gigantesco domo central e a escadaria original do século XIX. Hoje em dia, o prédio conta com mais de 180 boutiques de moda, joalherias, lojas de artigos para casa, cafés e restaurantes.

Customs House – Este prédio é uma das instalações históricas europeias mais emblemáticas da Austrália. A Customs House foi construída entre 1844 e 1845, possui estilo colonial e está em antigo terreno indígena. Nela ocorrem exposições e sua biblioteca conta com mais de 400 mil obras.

O que comer?
Se você gosta das redes de restaurantes australianos que têm se espalhado pelo Brasil, vale a pena conhecer o típico Aussie barbecue (ou churrasco australiano) diretamente na fonte. Recheado de linguiças, hambúrgueres, generosos bifes, frutos do mar frescos, pão e molho barbecue, é um deleite para quem gosta de comida bem temperada e suculenta. Caso queira algo mais inusitado, é possível encontrar restaurantes que oferecem carne de canguru, apesar dela não ser tão consumida no país como se pode imaginar.

Melhor souvenir
Existem diversas possibilidades de souvenires australianos para levar para casa. Entre eles estão os bumerangues, que podem ser encontrados em diversos tamanhos, cores e com desenhos. Artigos em formato de ursos coala e cangurus também são fáceis de encontrar na cidade. Se quiser algo mais rústico, pode procurar por artesanato indígena ou instrumentos como os didjeridu.

Veja roteiros:

14 noites – Cruzeiro a bordo do Voyager of the Seas, da Royal Caribbean International, com partida de Cingapura em 18 de outubro de 2016. Escalas em Darwin, Port Douglas, Cairns, Airlie Beach, Brisbane e Sydney, na Austrália. Cabines a partir de R$ 3.534 por pessoa, mais taxas.

17 noites – Cruzeiro a bordo do Celebrity Solstice, da Celebrity Cruises, com partida em 3 de março de 2016 do porto de Perth, na Austrália. Escalas em Benoa, na Indonésia, Darwin, Cairns, Airlie Beach, Brisbane, Newcastle e Sydney, na Austrália. Cabines a partir de R$ 7.379 por pessoa, mais taxas.

Conheça o cruzeiro que será novidade na próxima temporada Conheça o cruzeiro que será novidade na próxima temporada

Fonte: Canarinho Press
Publicidade
Publicidade