4 eventos ao vivo

Procura outro para pagar a sua vacina, diz Bolsonaro a Doria

"Ninguém vai tomar a sua vacina na marra não, tá ok?", disse o presidente em transmissão nas redes sociais

29 out 2020
22h39
atualizado às 22h43
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Em mais um embate com o governador de São Paulo, João Doria, o presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira que ninguém vai ser obrigado a tomar "na marra" a vacina contra Covid-19 que está sendo produzida pelo governo paulista, e também destacou que o Executivo Federal não vai custear a fabricação do imunizante.

Presidente Jair Bolsonaro
19/10/2020
REUTERS/Adriano Machado
Presidente Jair Bolsonaro 19/10/2020 REUTERS/Adriano Machado
Foto: Reuters

"Ninguém vai tomar a sua vacina na marra não, tá ok? Procura outro. Eu, que sou governo, o dinheiro não é meu, é do povo, não vou comprar a sua vacina também não, tá ok? Procura outro para pagar a sua vacina aí", disse Bolsonaro, em transmissão pela redes sociais.

Recentemente, o presidente vetou um acordo por meio do qual o Ministério da Saúde iria comprar 46 milhões de doses da vacina chinesa da Sinovac que será produzida no país pelo Instituto Butantan, ligado ao governo paulista, a fim de ser incluída no Programa Nacional de Imunização.

Bolsonaro chegou a duvidar da eficácia do imunizante. O caso foi parar no Supremo Tribunal Federal (STF), após a Rede Sustentabilidade pedir uma liminar para obrigar o governo federal a comprar a vacina produzida pelo Butantan.

A vacina da Sinovac está entre as mais promissoras na fase de testes, aparecendo à frente da aposta do governo federal, a vacina da Oxford-AstraZeneca.

Na transmissão pelas redes sociais, o presidente questionou se a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, tomaria uma vacina caso o governo do Estado dela ou uma decisão judicial a obrigasse a tomar o imunizante. Ao lado dele, a ministra disse que achava que não tomaria.

Veja também:

Homem é agredido com golpe de garrafa em Toledo
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade