PUBLICIDADE

Polícia

Vizinho detalha à polícia plano para roubar casa da família Biancardi em SP

Os pais da influenciadora Bruna Biancardi ficaram com mãos e pés amarrados enquanto o trio realizava o assalto

9 nov 2023 - 17h48
(atualizado às 18h28)
Compartilhar
Exibir comentários
O vizinho entrou no condomínio usando sua biometria
O vizinho entrou no condomínio usando sua biometria
Foto: Reprodução

Eduardo Seganfredo Vasconcelos, de 19 anos, confessou à Polícia Civil de São Paulo que planejou e participou do assalto à casa da família Biancardi, em Cotia, na Grande São Paulo. O jovem é vizinho das vítimas e tinha a intenção de "roubar os sogros do Neymar".

Os detalhes do depoimento foram divulgados pelo portal Metrópoles. A confissão de Eduardo ocorreu ainda na manhã de terça-feira, 7, horas após o crime e ele ser preso em flagrante.

Na ocasião, Bruna Biancardi, mãe da caçula do jogador Neymar, não estava em casa com a filha Mavie. Mas seus pais, Telma Fonseca Ribeiro, de 50 anos, e Edson Ribeiro, de 52, foram feitos reféns, e tiveram mãos e pés amarrados, por cerca de meia-hora.

Eduardo Seganfredo contou à polícia que planejou o crime na noite de segunda, 6. Naquele dia, ele se encontrou com dois comparsas, identificados pelos apelidos de "Urso" e "Europa" para definir o assalto. Os três estiveram em um bar na zona oeste da cidade de São Paulo.

Vídeo mostra suspeitos de roubar casa de Bruna Biancardi entrando em condomínio :

O roubo aconteceu por volta das 3h da madrugada de terça-feira. O trio entrou no condomínio em um carro, usando o cadastro de biometria de Eduardo. No depoimento, ele diz que não chegou a fazer as vítimas de refém e que "apenas transitou dentro da residência com seus comparsas".

Eduardo disse ainda que todos os objetos roubados teriam ficado com Europa para que, depois, o trio dividisse o material. Foram levadas três bolsas de luxo, cinco relógios e nove joias.

O vizinho também afirmou estar arrependido do crime e culpou os comparsar pelo assalto. Segundo ele, os dois o teriam "influenciado" a realizar o roubo.

Com apenas 19 anos, Eduardo Seganfredo já acumula algumas passagens pela polícia por tráfico de drogas. O Terra encontrou, no site do Tribunal de Justiça de São Paulo, ações nas quais Eduardo é condenado por tráfico de drogas e citado por ato análogo ao tráfico. A reportagem não conseguiu contato com a defesa de Eduardo. O espaço segue aberto para manifestações.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade