2 eventos ao vivo

Ceará vence, é campeão e deixa Fortaleza de Ceni com vice

8 abr 2018
18h33
atualizado às 20h30
  • separator
  • comentários

Rogério Ceni levou o Fortaleza a melhor campanha do Campeonato Cearense, mas não conseguiu fazer seu time mais forte justamente nas finais. Diante do Ceará, o tricolor do técnico ex-São Paulo sucumbiu nesse domingo por 2 a 1, na Arena Castelão, mesmo placar no primeiro duelo válido pelo título Estadual. Com isso, o Vovô foi quem fez a festa de campeão.

Foto: LC Moreira / Futura Press

Com a bola rolando, muitos olhos em cima de Gustavo e Arthur, artilheiros do país com 16 gols cada. E o centroavante do Fortaleza foi o primeiro a ter a oportunidade de mostrar seu faro de gol. A torcida tricolor só não contava que seu camisa 9 desperdiçasse uma chance incrível com 15 minutos de jogo.

A falha custou caro. Três minutos depois, Pio resilveu arriscar chute de longe e acabou acertando um petardo, no ângulo. Um golaço do Ceará, que já tinha a vantagem do empate e passou a ficar com a situação ainda mais favorável.

Tão festejado pela torcida do Vovô, Pio foi do céu ao inferno em pouco tempo. Aos 34, o autor do único gol do jogo cometeu pênalti infantil em Osvaldo. Sorte dele que Bruno Melo acertou a trave e manteve o placar inalterado.

Após isso, os atendimentos médicos acabaram dando o tom do Clássico-Rei. O técnico Marcelo Chamusca sofreu uma queda de pressão e precisou ser atendido pelos paramédicos. Em seguida, a ambulância precisou entrar em campo devido a um choque entre de cabeça com cabeça. Ligger levou a pior.

Foto: LC Moreira / Futura Press

Por isso, o primeiro tempo foi até os 60 minutos. Ao menos as notícias que vieram em seguida foram boas, com todos os envolvidos já passando bem.

Na segunda etapa, o jogo tomou outro panorama. O Ceará colocou o regulamento embaixo do braço e passou a administrar a pressão imposta pelo Fortaleza. Assim, o Vovô levou o clássico até os 39 minutos da etapa final, quando Felipe Azevedo estufou as redes em contra-ataque e colocou a taça nas mãos do Vovô.

O Fortaleza ainda descontou aos 45 com Adalberto, mas, era tarde demais. Veio o apito final e a festa foi alvinegra na Arena Castelão.

O Fortaleza volta a campo pelo Campeonato Brasileiro da Série B, sexta-feira, de novo na Arena Castelão, contra o Guarani, às 19h15. No dia seguinte, o Ceará estreia na Série A, diante do Santos, às 21 horas, no Pacaembu.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade