PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

1 kg por R$ 1 milhão: por que as pedras de vesícula de boi são tão valiosas?

Cálculo biliar bovino movimenta um mercado mundial de R$ 1,5 bilhão; produto vale três vezes o preço do grama de ouro

23 abr 2024 - 11h25
Compartilhar
Exibir comentários
boi
boi
Foto: Divulgação/ Casa Branca / Estadão

Com um mercado mundial que movimenta R$ 1,5 bilhão todo ano, o cálculo biliar bovino, conhecido como "pedra de boi", pode valer três vezes o preço do grama de ouro. De acordo com reportagem do Fantástico, da TV Globo, o produto chega a custar R$ 1 milhão o quilo.

Mas afinal, por que as pedras valem tanto? O valor se dá pela escassez do produto. Para produzir 1 quilo de cálculo biliar bovino, 200 mil cabeças de gado precisam ser abatidas. As pedras são geradas, normalmente, dentro das vesículas de bois e vacas mais velhos.

O Brasil é um dos maiores produtores do mundo de pedras de vesícula de boi. A "preciosidade" é vendida, principalmente, a países asiáticos, que utilizam as pedras em preparos da medicina tradicional. A China, o Japão e a Coreia do Sul são os maiores compradores.

"Essas pedras são muito famosas em remédios naturais coreanos. São um dos ingredientes mais caros. Nós usamos para derrames, para doenças do coração. E também como sedativo, para ansiedade e insônia", explicou ao Fantástico o médico sul-coreano Dongwoo Nam.

No Brasil existe uma forma regularizada de exportar os cálculos de vesícula, mas, em setembro, uma onda de assaltos começou em São Paulo. Em um desses assaltos, bandidos levaram pelo menos R$ 2 milhões em pedras de vesícula de bois.

O crime parece que tem se polarizado. Segundo ainda reportagem, três meses depois, mais um roubo em Barretos. A cidade é uma espécie de capital nacional das pedras de boi. Na mesma semana, a 300 quilômetros de distância, em São João da Boa Vista, mais um crime.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade