1 evento ao vivo
Logo do Brasileiro Série B
Foto: terra

Brasileiro Série B

Vasco "movimenta o sentimento" e sobra na Série B

7 nov 2009
18h17
atualizado às 19h12

Com o lema "o sentimento não pode parar", o Vasco projetou uma temporada de redenção em 2009. E o desempenho em campo, coroado com o retorno para a Série A, teve a marca do grande público vascaíno em quatro jogos com mando do clube no Maracanã - todos, os melhores índices da competição.

» Veja fotos da campanha do Vasco na Série B
» Veja fotos de Vasco x Juventude
» Vasco põe 81 mil no Maracanã, bate Juventude e confirma volta para Série A
» Vasco deve ser 3º maior grande da Série B na década 2000
» Comente o acesso do Vasco à Série A

A reaproximação do vascaíno com o clube foi essencial para uma temporada que, fora de campo, também foi se desenhando da melhor forma possível. O Vasco deve fechar 2009 superando a casa de 40 mil sócios, com o lucrativo patrocínio da Eletrobrás na camisa e um acordo com o Penalty para encerrar um problema jurídico e trazer mais receitas aos cofres.

Todo esse esforço foi reconhecido pela torcida, que colocou 76.211 vascaínos na vitória de 4 a 0 sobre o Ipatinga, em agosto, no Maracanã. O segundo melhor público veio contra o Guarani, em setembro - 50.335 torcedores. E se repetiu em outubro, com 49.990 de espectadores contra o Bahia, e por fim em novembro, com quase 82 mil para aplaudir o acesso contra o Juventude.

De janeiro até a liderança

Depois de perder, no tapetão, a chance de jogar as semifinais da Taça Guanabara, o Vasco fez uma Taça Rio irretocável, e tragicamente caiu em derrota por 4 a 0 contra o Botafogo. Mesmo assim, o vascaíno tinha a sensação de um time capaz de navegar sem sustos na Série B, o que foi reforçado pela campanha na Copa do Brasil, encerrada apenas nas semifinais duríssimas contra o eventual campeão Corinthians.

E o Vasco, que estreou na Série B em 19 de maio, com vitória por 1 a 0 contra o Brasiliense, foi ganhando corpo na competição. A primeira derrota veio com os reservas contra o Paraná Clube, na quarta rodada. Os titulares descansavam para enfrentar o Corinthians na Copa do Brasil. Eliminados quatro dias depois, os vascaínos já eram terceiros na Série B.

Um momento de instabilidade, com cinco empates seguidos, sendo quatro deles em 0 a 0, trouxe preocupação a São Januário, mas logo o time entrou nos eixos, e venceu Ponte Preta, Vila Nova e ABC. Depois de perder em visita ao Bahia, foram sete jogos invictos, com seis vitórias. Aí, desde a última rodada do primeiro turno, o time de Dorival Júnior era o líder.

Na segunda rodada do returno, a terceira derrota - agora, a primeira em casa. No Maracanã, deu Ceará 2 a 0. Em seguida, mais cinco jogos sem perder, com quatro vitórias. Até o quarto e agora último revés, contra o Figueirense.

Líder absoluto, o Vasco empatou sem gols embaixo de granizo em Bragança Paulista. Ainda pelo interior paulista, ficou no 1 a 1 com a Ponte Preta, no dia que quase perde a liderança para o Guarani. Então, na volta a São Januário, a torcida cobrou, hostilizou, mas o time respondeu em campo: 4 a 1 contra o Vila Nova.

A paz foi selada com vitória em Natal contra o ABC, por 3 a 2, gol de Fumagalli. Prova disso foi o grande público presente para enfrentar o Bahia: placar de 2 a 1, golaços de Élton e Fagner. Então, o acesso era só uma questão matemática, definivamente resolvida agora com a vitória sobre o Juventude, depois de empate em Fortaleza. O Vasco, agora sim, está no seu lugar.

Os artilheiros do Vasco na Série B:

Élton - 15 gols
Carlos Alberto - 9 gols
Adriano - 5 gols
Alex Teixeira - 4 gols
Ramon - 3 gols
Edgar, Fágner, Gian, Nílton, Robinho e Souza - 2 gols
Paulo Sérgio, Amaral, Fernando, Fumagalli, Léo Lima e Rodrigo Pimpão - 1 gol

A campanha do acesso:

Vasco 1 x 0 Brasiliense
Ceará 0 x 2 Vasco
Vasco 3 x 0 Atlético-GO
Paraná Clube 3 x 1 Vasco
Vasco 0 x 0 São Caetano
Guarani 0 x 0 Vasco
Vasco 0 x 0 Duque de Caxias
Figueirense 1 x 1 Vasco
Vasco 0 x 0 Bragantino
Vasco 3 x 0 Ponte Preta
Vila Nova 2 x 0 Vasco
Vasco 3 x 0 ABC
Bahia 2 x 1 Vasco
Vasco 2 x 1 Fortaleza
Juventude 1 x 2 Vasco
Vasco 3 x 0 Campinense
América-RN 2 x 2 Vasco
Portuguesa 1 x 3 Vasco
Vasco 4 x 0 Ipatinga

Brasiliense 0 x 1 Vasco
Vasco 0 x 2 Ceará
Atlético-GO 2 x 2 Vasco
Vasco 2 x 1 Paraná Clube
São Caetano 0 x 1 Vasco
Vasco 1 x 0 Guarani
Duque de Caxias 0 x 1 Vasco
Vasco 1 x 2 Figueirense
Bragantino 0 x 0 Vasco
Ponte Preta 1 x 1 Vasco
Vasco 4 x 1 Vila Nova
ABC 2 x 3 Vasco
Vasco 2 x 1 Bahia
Fortaleza 1 x 1 Vasco
Vasco 2 x 1 Juventude

Jogadores e torcida: sinergia impressionante nos jogos disputados no Maracanã
Jogadores e torcida: sinergia impressionante nos jogos disputados no Maracanã
Foto: Agência Lance
Fonte: Redação Terra
publicidade