4 eventos ao vivo

Alegação do YouTube ao banir anúncio de 'A Freira' é incógnita

O filme que causou muita polêmica antes mesmo de sua estreia foi banido do YouTube. O melhor mesmo foi a “alegação” para o banimento.

17 ago 2018
09h21
atualizado às 09h33
  • separator
  • comentários

Alegando “violação da política de conteúdo violento e chocante” (seja lá o que for isso...), o YouTube tirou do ar os anúncios do filme A Freira (The Nun). No lugar dele, apenas um ícone de áudio bloqueado. Veja isso:

“Mas a gente estava se divertindo tanto...”, ironizou Corin Hardy, em seu perfil no Facebook. Mas o post foi apagado.

 

 

Quem é fã de filme de terror certamente ficou arrepiado com Invocação do Mal (The Conjuring, de 2013). A Freira é uma espécie de continuação de Invocação do Mal, mas ambientado em uma situação distinta.

Na verdade, o filme chega recheado de boas expectativas, pois é capitaneado por James Wan (Jogos Mortais, Invocação do Mal 1 e 2) e Corin Hardy (A Maldição da Floresta), além de ter sido roteirizado por Gary Dauberman (It - A Coisa, Annabelle). Além disso, é estrelado por Taissa Farmiga (American Horror Story) e Demian Bichir (Alien: Covenant, Machete Kills).

Foto: Warner / Reprodução

O enredo gira em torno de um padre com um passado sombrio e uma noviça com visões no mínimo estranhas. A dupla é enviada pelo Vaticano para investigar um suicídio em uma abadia da Romênia. Mas obviamente eles acabam se deparando com uma situação muito mais complexa e com um segredo terrível que pode colocar em risco suas vidas ― e até mesmo suas almas!

Para dar mais clima ao filme, ele foi rodado em locações na Transilvânia e em belas paisagens da Romênia.

Assista o trailer (mas veja até o fim, hein!)

“Foi uma experiência fantástica, eu não imaginava que um dia iria para a Transilvânia, a terra do Drácula”, brincou Gary Dauberman em entrevista ao Entertainment Weekly. “A produção foi caprichada, há os castelos e as montanhas, é tudo muito bonito e grandioso. E ninguém melhor para fazer esse trabalho do que o Corin [Hardy], que ‘respira’ esse tipo de material 24h por dia.”

 

Geek

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade