1 evento ao vivo

Supla agrediu Angélica e a pediu em namoro em filme infantil

17 mar 2019
14h51
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Uma Escola Atrapalhada é um filme que captura o espírito de seu tempo com perfeição. Que outra produção juntaria a nata infanto-juvenil da Rede Globo, Manchete e SBT no mesmo produto? Lá estão, no seu auge, Angélica (Manchete), Gugu Liberato e seus pupilos do Polegar (SBT), o cantor Supla, e o último resquício da trupe completa dos Trapalhões (Zacarias faleceu em Março de 1990, quando o filme já estava em pós-produção).

Foto: Reprodução

Além disso, um bocado de atores juvenis que mais tarde viriam a fazer sucesso na tv (Selton Mello, Maria Mariana, Leonardo Brício) e gente do naipe de Ewerton de Castro e Jandira Martini pra dar um pouco de credibilidade (embora com papéis bizarros). Nessa mistura também temos Marcelo Picchi, Fafy Siqueira e Cristina Prochaska, além do pseudo-galã Nill, ex-vocal do Dominó.

O filme é repleto de pérolas bisonhas. Separamos algumas:
• A aposta de corrida entre Carlão (Supla) e Tami (Angélica) nos corredores do Colégio Mateus Rosée;
• O polegar Rafael paquerando Natália (Maria Mariana) na piscina - "os baixinhos também amam";
• A estranha relação entre a professora Lisa (Cristina Prochaska) e o funcionário Didi;
• Uma pequena alusão ao incesto entre Nill e Angélica;
• Clipes musicais de Angelical Touch (Angélica) e Pisa em Mim (Supla), um mais ridículo que o outro;
• Os faniquitos de Renan (Selton Mello) após sua namorada Isabela (Márcia Monteiro) o trocar pelo polegar Ricardo;
• As já tradicionais ótimas tiradas de Mussum & Zacarias (pena que seriam as últimas...)
• Décio (Nill) e Carlão (Supla) num ataque combinado contra o Inspetor Anselmo (Ewerton de Castro), que fazia Tami (Angélica) de refém (praticamente um duelo na pedreira da Toei!);
• Gugu Liberato fazendo um professor de música e trollando a galera;
• A apresentação final do Polegar, tocando “Sou como Sou”.
 

Foto: Reprodução


E o momento mais absurdo de todo filme: Tami (Angélica) levando um cruzado de direita de Carlão (Supla), após ele levar um chute no saco. Além de ser agredida, Tami leva um esporro da diretora Alma (Jandira Martini), dizendo que ela exagerou nas provocações a Carlão (Supla). E, depois de toda essa papagaiada, Carlão ainda pede Tami em namoro - e ela aceita! Eu, hein?

Produzido em 1990 pela Renato Aragão Produções Artísticas, com direção de Antônio Rangel, Uma Escola Atrapalhada foi sucesso no cinema da época, junto de outras produções dos Trapalhões, Xuxa e seus aliados.

Veja o filme completo:

 

Veja também:

Cyberpunk ganha novo capítulo de polêmicas
Geek
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade