PUBLICIDADE
Logo do

Cruzeiros › Destinos

Cidade medieval é destaque em cruzeiros pelo Báltico

Tallinn é uma dos lugares antigos mais bem preservados da Europa

31 ago 2015 13h00
ver comentários
Publicidade

Capital da Estônia, a bela Tallinn é hoje é uma das atrações das escalas de cruzeiros no Báltico. O pequeno território fica entre a Rússia e a Finlândia e a cidade se destaca pelas construções medievais, que vão desde palácio e igrejas até grandes fortificações. Seu estado de conservação é tão impressionante que ela é considerada a cidade medieval mais bem preservada da Europa.

Não perca

Town Hall Square – A praça da prefeitura de Tallinn é um dos locais mais famosos da Cidade Antiga. Circundada por uma série mercearias antigas, cafés que ocupam as calçadas durante o verão e construções históricas como a prefeitura e a farmácia. No centro dela fica uma pedra redonda com uma rosa dos ventos, de onde é possível ver os topos de todas as cinco torres da Cidade Antiga.

A praça da Cidade Antiga é um dos locais mais visitados de Tallinn
A praça da Cidade Antiga é um dos locais mais visitados de Tallinn
Foto: Toomas Volmer/Tallinn City Tourist Office & Convention Bureau/Divulgação

Catedral da Virgem Maria – Igreja medieval localizada na colina Toompea, a Catedral da Virgem Maria é a atração histórica mais importante da Estônia. Ela foi estabelecida no local antes de 1233 e constantemente reconstruída ao longo dos séculos. A igreja conta com uma mistura de estilos arquitetônicos, com seu corpo principal datado do século XIV e uma torre barroca adicionada nos anos 1770.

Muro de Tallinn – A cidade estoniana conta com uma das fortificações medievais mais bem preservadas. O Muro de Tallinn liga três torres antigas, Nunna, Sauna e Kuldjala, e cobre uma área de 1,9 kms do traçado original, que tinha 1,4 kms. Das 46 torres existentes até o século XVI, restam 20 em pé, que servem como museus e locais para diversão de crianças e adolescentes.

Palácio Kadriorg – Construído por Pedro o Grande, primeiro imperador da Rússia, em 1718, o Palácio Kadriorg é parada obrigatória em Tallinn. Projetado pelo arquiteto italiano Niccolo Michetti, o palácio em estilo barroco e seus jardins são um exemplo da extravagancia da época dos tsares russos. Atualmente, ele guarda a coleção estrangeira do Museu de Arte da Estônia.

Catedral de Alexandre Nevsky – Outra igreja na cidade que vale a pena ser conhecida é a Catedral de Alexandre Nevsky. Mais importante catedral ortodoxa russa da Estônia, ela conta com as tradicionais abóbadas russas que lembram o formato de uma cebola e é uma das construções remanescentes da era tsarista, quando o país fazia parte do Império Russo. Construída em 1900, a igreja é imponente e sua torre conta com o mais forte conjunto de sinos da cidade, formada por 11 sinos, o maior deles com 15 toneladas, que são tocados juntos ao final de cada missa.

O que comer?
Possivelmente a iguaria mais conhecida da Estônia seja, na verdade, um doce. Os moradores afirmam que o marzipã foi inventado em Tallinn – mesmo que haja sinais de que sua origem seja árabe – e não é difícil encontrar lojas que o comercializam. Feito com amêndoas e açúcar, a lenda local diz que a maça doce foi inventada por acaso por um farmacêutico. Além do doce, a cidade mostra uma culinária com influências dos colonizadores do país, em especial russos, escandinavos e alemães, com frutos do mar, carnes de porco e defumada, pão preto e vegetais frescos entre os destaques.

Melhor suvenir
Lembra do primeiro filme do Parque dos Dinossauros, quando de uma resina fossilizada com um mosquito pré-histórico dentro foram recriados os dinossauros? Essa resina tem nome, se chama âmbar e é uma das riquezas da Estônia. Em Tallinn é possível encontrar joias e obras de arte, algumas delas inclusive com insetos dentro. Peças de vidro soprado também são bons suvenirs para levar da cidade.

Veja roteiros:

7 noites – Cruzeiro a bordo do Serenade of the Seas, da Royal Caribbean International, com partida de Copenhague, na Dinamarca, em 22 de maio de 2016. Escalas em Estocolmo, na Suécia, Tallinn, na Estônia, São Petersburgo, na Rússia, e Helsinque, na Finlândia. Cabines a partir de R$ 2.463 por pessoa, mais taxas.

14 noites – Cruzeiro a bordo do Queen Elizabeth, da Cunard Line, com partida de Southampton, na Inglaterra, em 31 de maio de 2016. Escalas em Hamburgo e Kiel, na Alemanha, Copenhague e Skagen, na Dinamarca, Estocolmo, na Suécia, Tallinn, na Estônia, e São Petersburgo, na Rússia. Cabines a partir de US$ 3.198 (R$ 11.214,75) por pessoa, mais taxas.

Conheça o cruzeiro que será novidade na próxima temporada Conheça o cruzeiro que será novidade na próxima temporada

Fonte: Canarinho Press
Publicidade
Publicidade