PUBLICIDADE

Quanto tempo a comida da ceia de Natal dura na geladeira?

Confira os cuidados que você deve ter ao guardar sobras da comida da ceia de Natal na geladeira

26 dez 2023 - 05h00
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: knape / iStock

A comilança do Natal é sempre muito boa e com muita fartura. Inclusive, a fartura é tanta que as sobras são inevitáveis. Peru, maionese, arroz, são todos itens que a gente consegue achar nas nossas geladeiras alguns dias após o Natal. Por isso, fica a questão: quanto tempo a comida da ceia dura na geladeira?

Para garantir que a magia dos pratos natalinos perdure, é essencial compreender quanto tempo os alimentos da ceia podem ser armazenados com segurança na geladeira. Neste guia, compartilharemos dicas valiosas para preservar alguns dos pratos mais comuns sem comprometer a saúde.

Cuidados na preparação:

A prevenção começa no momento da preparação. Certifique-se de lavar bem os alimentos, manter superfícies de trabalho limpas e utilizar utensílios separados para alimentos crus e cozidos. Evitar a contaminação cruzada é uma medida crucial para assegurar a qualidade da ceia.

Armazenamento adequado:

Ao guardar os restos da ceia na geladeira, distribua os alimentos em recipientes menores para facilitar o resfriamento e evitar a proliferação de bactérias. Garanta que a temperatura da geladeira esteja ajustada para 4°C ou menos para manter a segurança alimentar.

Como lidar com o peru:

Para garantir a qualidade do peru é fundamental adquiri-lo congelado no mercado. Ao transportá-lo para casa, é aconselhável que seja o último item a ser colocado no carrinho para evitar descongelamentos indesejados. O método de descongelamento seguro inclui refrigerá-lo e usar o forno ou o microondas para assa-lo. Lembre-se de não deixar o peru descongelando em cima da pia; a geladeira é o local ideal, com um período de 48 horas para descongelamento.

Foto: skynesher / iStock

Estratégias para o peru assado:

A estratégia sugerida para o peru assado é fatiá-lo na porção a ser consumida durante a refeição e armazenar as sobras na geladeira. A exposição na mesa não deve ultrapassar os 30 minutos, e as sobras guardadas na geladeira, em recipiente fechado, podem ser consumidas em até três dias.

Comidas típicas de Natal de outros países que não tem no Brasil Comidas típicas de Natal de outros países que não tem no Brasil

Cuidados com o arroz com passas:

Durante a ceia, mantenha o arroz em banho-maria para garantir sua qualidade. Se mantido a 60 graus, pode ficar exposto por até 6 horas. Caso não seja consumido, armazene-o na geladeira em um recipiente fechado, sendo possível consumir em até três dias após o evento.

Maionese e salpicão:

Para a maionese e o salpicão, o aconselhado é servir pequenas porções aos convidados e manter a maior parte na geladeira, em um pote fechado. O consumo desses pratos deve ocorrer em até 24 horas.

Cautela com a rabanada:

Devido aos ovos e leite em sua receita, a rabanada deve ser armazenada em forno baixo ou na geladeira após ser frita. Guardada em um recipiente bem fechado, pode ser consumida em até três dias.

Foto: CarlaNichiata / iStock

Bacalhau:

Ao dessalgar o bacalhau, opte por usar água fervente ou colocá-lo na geladeira, trocando a água a cada 4 horas. Depois de pronto, a recomendação é armazená-lo na geladeira ou mantê-lo aquecido em forno baixo, sendo ideal consumi-lo em até 24 horas.

Cuidados específicos para panetone:

Para produtos industrializados, como o panetone, siga sempre as recomendações do fabricante, observando a validade e armazenando em local seco e arejado.

Redação Degusta
Compartilhar
Publicidade
Publicidade