0

Veja como saber se seu e-mail foi exposto a cibercriminosos

Listão com milhões de e-mails expostos já está disponível online: descubra se você foi uma das vítimas.

18 jan 2019
10h21
atualizado às 10h21
  • separator
  • comentários

Será que seu e-mail já foi “pwned”? Infelizmente, ter seu e-mail exposto a cibercriminosos é mais comum do que você imagina. Faça um teste rápido e digite seu e-mail na ferramenta Have I Been Pwned e veja o resultado ― ou use a aba Password para ver se alguém já usou a mesma senha que você (prepare-se para o susto!).

Opa, seu e-mail está na lista de quem já foi xeretado de perto? Calma. Antes de mais nada, não entre em pânico. Se seu e-mail está na lista de incidentes de “breach”, saiba que isso é até comum para quem não usa nenhum antivírus ou é descuidado com senhas e com normas de segurança básica na internet.

Foto: Reprodução / Montagem Canal Digital

Mas isso não significa, por exemplo, que sua senha do e-mail foi exposta junto com o endereço ― mas significa sim que você deve redobrar os cuidados.

“Essa lista massiva de dados coletados a partir de violações de dados foi construída durante um longo período de tempo, portanto, alguns detalhes da conta provavelmente estarão desatualizados no momento. No entanto, não é segredo que, apesar da crescente conscientização do perigo online, as pessoas adotam as mesmas senhas e até mesmo as reutilizam em vários sites”, alerta Sergey Lozhkin, especialista em segurança da Kaspersky Lab. “Além disso, essa coleção pode ser facilmente transformada em uma única lista de e-mails e senhas: e tudo o que os invasores precisam fazer é criar um software relativamente simples para verificar se as senhas estão funcionando. As consequências do acesso à conta podem variar de phishing muito produtivo, pois os criminosos podem enviar automaticamente e-mails infectados para a lista de contatos da vítima, até ataques projetados para roubar toda a identidade digital ou dinheiro da vítima ou comprometer os dados da rede social.”

Foto: Reprodução / Montagem Canal Digital

Sentiu o tamanho do problema? Nossos parceiros da Kaspersky dão três dicas para você se proteger desse tipo de invasão:

  1. Use senhas fortes para suas contas mais importantes ou confidenciais (como internet banking, pagamento online ou redes de mídia social) e altere-as regularmente;
  2. Considere usar um gerenciador de senhas. Dessa forma, você só precisa lembrar de uma senha mestra que desbloqueia o cofre seguro com suas outras senhas;
  3. Implemente autenticação de dois fatores sempre que possível.
Digital

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade