PUBLICIDADE

Creta x T-Cross x Tracker? Veja o comparativo de 7 itens

Comparamos o novo VW T-Cross contra o Chevrolet Tracker e Hyundai Creta para saber qual dos SUVs queridinhos do mercado vale mais a pena

6 jul 2024 - 07h00
(atualizado às 14h21)
Compartilhar
Exibir comentários
VW T-Cross x Chevrolet Tracker x Hyundai Creta: qual será o rei dos SUVs em 2024?
VW T-Cross x Chevrolet Tracker x Hyundai Creta: qual será o rei dos SUVs em 2024?
Foto: Montagem Guia do Carro/Divulgação

A briga pelo cobiçado trono dos SUVs compactos está pegando fogo no Brasil. Em junho, apenas 68 carros separaram o primeiro (Volkswagen T-Cross) do terceiro colocado (Hyundai Creta). E no meio deles ainda há o Chevrolet Tracker, que ficou apenas 11 unidades atrás do líder.

Reestilizado em maio, o novo Volkswagen T-Cross chegou às lojas em junho com novidades por dentro e por fora, e manteve os preços. Do outro lado, o Hyundai Creta deve mudar (bastante) até o fim deste ano, enquanto o Chevrolet Tracker também tem grandes chances de ganhar novidades até 2025. Se a briga entre os três está quente nas vendas, qual deles venceria o comparativo do Guia do Carro?

Volkswagen T-Cross Highline 2025
Volkswagen T-Cross Highline 2025
Foto: Divulgação VW

Para descobrir essa resposta, selecionamos sete itens essenciais para um embate entre o novo Volkswagen T-Cross Highline, o Chevrolet Tracker Premier e o Hyundai Creta Ultimate, que são as respectivas versões topo de linha de cada SUV. Em relação aos dados de consumo, utilizamos a tabela do Inmetro. 

As notas são dadas de 0 a 3 e os três veículos dividem este valor, de acordo com os critérios do Guia do Carro. A pontuação é de 3 pontos para o carro vencedor no quesito, 2 para o segundo lugar e 1 para o terceiro. Portanto, cada quesito distribui um total de 6 pontos entre os carros. Em caso de empate triplo, cada carro ganha 2 pontos. Em empate duplo, o vencedor leva 3 pontos e os outros dois, 1,5 cada, ou 2,5 pontos para ambos os vencedores e 1 ponto para o terceiro colocado, caso o empate seja entre os vencedores.

Hyundai Creta Ultimate
Hyundai Creta Ultimate
Foto: Hyundai/Divulgação

Portanto, cada carro pode somar no máximo 21 pontos no total dos 7 itens do comparativo. O objetivo deste tira-teima é oferecer uma comparação rápida, somente nos 7 quesitos mais importantes para a maioria dos consumidores. Numa análise com outros itens, o resultado pode mudar – ou não.

Potência

Sob o capô, o Chevrolet Tracker Premier é equipado com um motor 1.2 turbo flex de 133 cv e 210 Nm de torque. Já o Hyundai Creta Ultimate conta com um 2.0 flex aspirado de 167 cv e 201 Nm de torque. Fechando a lista, o Volkswagen T-Cross Highline conta com um 1.4 turbo flex de 150 cv e 250 Nm. Em todos os três, o câmbio é sempre um automático de 6 marchas. Por oferecer mais potência, o Creta vence neste quesito, apesar do torque menor.

Chevrolet Tracker Premier
Chevrolet Tracker Premier
Foto: GM/Divulgação

Desempenho

O Hyundai Creta Ultimate acelera de 0 a 100 km/h em 9,7 segundos e chega aos 188 km/h de velocidade máxima. Já o Volkswagen T-Cross Highline vai de 0 a 100 km/h em 8,6 segundos e chega aos 202 km/h. Completando o trio, o Chevrolet Tracker Premier vai de 0 a 100 km/h em 9,5 segundos. Já a velocidade máxima é de 185 km/h. Vitória do T-Cross e empate técnico entre Creta e Tracker.

Consumo

De acordo com o Inmetro, o T-Cross 1.4 TSI faz 8,1 km/l na cidade e 10,1 km/l na estrada com etanol. Já com gasolina, os números são de 11,6 km/l e 14,3 km/l, respectivamente. A média geral é de 11,02 km/l. Já o Tracker 1.2 turbo faz 7,2 km/l e 9,2 km/l com etanol na cidade e estrada respectivamente. Com gasolina, os números sobem para 10,4 km/l e 13,2 km/l. Média geral de 10,0 km/l. Finalizando a lista, o Creta 2.0 faz 7,7 km/l e 8,8 km/l com etanol na cidade e estrada respectivamente. Com gasolina, os números sobem para 11,1 km/l e 12,4 km/l. Média geral de 10,0 km/l. Vitória do T-Cross e empate de Creta e Tracker.

Volkswagen T-Cross Highline 2025
Volkswagen T-Cross Highline 2025
Foto: VW/Divulgação

Multimídia

O VW T-Cross é equipado com uma central multimídia de 10,1" com Android Auto e Apple CarPlay sem fio. Ele também traz as funções Bluetooth com comandos de voz e de áudio através do volante, além da opção de download de aplicativos nativos na central. Já o Chevrolet Tracker conta com uma multimídia de 8" com quase as mesmas funções, mas sem aplicativos nativos. No entanto, ele conta com internet 4G e Wi-Fi integrado. Já o Hyundai Creta traz uma central de 10,25" com as mesmas funções do Tracker. O resultado é um empate técnico entre os três.

Segurança

Com relação aos equipamentos de segurança, o T-Cross Highline oferece de série 6 airbags, freios ABS com EBD a disco nas quatro rodas, assistente de frenagem, além de controles de estabilidade e de tração, controle de cruzeiro adaptativo (ACC), alerta de colisão, detector de fadiga e frenagem autônoma de emergência com detecção de pedestres. 

Já o Tracker Premier conta com os mesmos itens, com exceção do sensor de fadiga. No entanto, ele oferece sensor de ponto cego, que é oferecido como opcional no T-Cross. Já o Creta Ultimate conta com todos os itens citados, e adiciona ainda assistente de centralização e de permanência em faixa, que são opcionais no T-Cross. O resultado é uma vitória do Creta, por oferecer mais itens de série. T-Cross vem em segundo por oferecer os itens extras como opcional, que não estão disponíveis para o Tracker.

Volkswagen T-Cross Highline 2025
Volkswagen T-Cross Highline 2025
Foto: VW/Divulgação

Porta-malas

O Chevrolet Tracker conta com um porta-malas com 393 litros de capacidade. Já o VW T-Cross traz um bagageiro com espaço para 373 litros. O SUV da marca alemã ainda conta com uma opção de ajuste do banco traseiro que pode ampliar o porta-malas para até 420 litros sem rebater os assentos, mas sacrificando o espaço interno. 

Hyundai Creta Ultimate
Hyundai Creta Ultimate
Foto: Hyundai / Divulgação

No entanto, o Hyundai Creta conta com espaço para 431 litros, vencendo neste quesito, seguido de Tracker – que oferece capacidade inicial maior – e T-Cross.

Preço

No caso do T-Cross, a versão Highline parte de R$ 175.990, e manteve o preço antigo mesmo com a reestilização. Como opcional, há os pacotes Sky View (R$ 7.360), que adiciona luzes de leitura na frente e teto solar panorâmico; Pacote Dark (R$ 2.600), que inclui detalhes escurecidos de acabamento, teto pintado na cor preta, pneus seal inside; e o Pacote ADAS (R$ 3.490), que traz assistente ativo de mudança de faixa, park assist, câmera multifunções e sensor de ponto cego com assistente de saída de vaga. Completo, o T-Cross chega aos R$ 191.190.

Já o Hyundai Creta Ultimate custa R$ 186.290 e não possui opcionais. Já o Chevrolet Tracker Premier custa R$ 173.390, e também não tem pacotes extras ou opcionais. Vitória do Chevrolet Tracker, que tem preço inicial menor, seguido do Volkswagen T-Cross e pelo Hyundai Creta.

ITEM Chevrolet Tracker
Premier 1.2T
Hyundai Creta
Ultimate 2.0
Volkswagen T-Cross
Highline 1.4T
Potência 1 3 2
Desempenho 1,5 1,5 3
Consumo 1,5 1,5 3
Multimídia 2 2 2
Segurança 1,5 3 1,5
Porta-malas 2 3 1
Preço 3 1 2
Total de pontos 12,5 15 14,5

Conclusão

O resultado do comparativo é uma vitória apertada do Hyundai Creta Ultimate sobre o Volkswagen T-Cross Highline por apenas 0,5 ponto. Recém-reestilizado, o SUV alemão se destaca pelo bom desempenho e consumo, que foram pontos fundamentais. No entanto, o Creta oferece mais itens de série -- e também cobra a mais por isso.

Quando equipado com os mesmos itens do SUV sul-coreano, a balança do custo-benefício pesa contra o T-Cross, que pode ser o modelo mais caro deste comparativo considerando a variante mais completa possível. O Creta, aliás, se destaca pela lista de equipamentos, mas mudará o visual em breve. Além disso, ele também deve ganhar um novo motor 1.6 turbo no lugar do atual 2.0 aspirado.

Chevrolet Tracker Premier
Chevrolet Tracker Premier
Foto: GM/Divulgação

A novidade deve oferecer números de desempenho e consumo melhores, o que talvez aumentasse ainda mais a vantagem do Creta no comparativo. Então talvez valha a pena esperar pelo novo modelo – ou conseguir um bom desconto no atual. Já o T-Cross pode agradar mais quem prefere um desempenho e consumo melhores, e também um carro mais atualizado.

Fechando o nosso comparativo, o Chevrolet Tracker fica um pouco mais distante – 2,5 pontos do vencedor – por estar há mais tempo sem receber novidades. Com isso, alguns itens – sobretudo de tecnologia e de segurança, ainda não estão disponíveis para o SUV. No entanto, ele pode ser uma boa compra caso você consiga um bom desconto por ele, uma vez que se trata de um carro equilibrado – mas que pede por novidades, que devem chegar até o ano que vem.

Guia do Carro
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade