PUBLICIDADE

Horizon Forbidden West chegou ao PC e merece a sua atenção

Antes exclusivo de PlayStation 5, game faz bonito nos computadores

3 abr 2024 - 07h00
(atualizado às 09h43)
Compartilhar
Exibir comentários
A caçadora Aloy embarca em uma nova missão para salvar o planeta em Forbidden West
A caçadora Aloy embarca em uma nova missão para salvar o planeta em Forbidden West
Foto: Horizon Forbidden West / Reprodução

A Guerrilla Games parece fazer de propósito na hora de escolher as piores datas para lançar seus jogos. Horizon Zero Dawn foi lançado uma semana antes de The Legend of Zelda: Breath of the Wild, enquanto sua sequência, Forbidden West, poucos dias antes de Elden Ring conquistar o mundo dos games.

Para manter a tradição, a versão para PC de Forbidden West foi lançada no meio da semana mais lotada de grandes lançamentos do ano até agora, dividindo os holofotes com o arrasa-quarteirões Dragon's Dogma 2 , Alone in the Dark, Rise of the Ronin e o divertido jogo da Princesa Peach! Mesmo que o RPG da Capcom tenha dividido as opiniões da comunidade, é inegável que fica difícil para os jogadores darem a atenção devida ao relançamento da Guerrilla Games no meio de tantas novidades.

Mas depois de jogar Forbidden West no PC, só posso dizer que a jornada para o oeste de Aloy, oeste com seus dinossauros-robôs e paisagens exuberantes, merece atenção. Trata-se de uma versão completa do jogo lançado em 2022 para PlayStation 5, incluindo a expansão Burning Shores (aquela em que a Aloy finalmente dá uns beijinhos!) e muitas melhorias técnicas – desde que, é claro, seu computador dê conta do recado.

Não é pouca coisa: a versão PC tem taxa de quadros ilimitada, suporte para monitor ultra-wide em resoluções de até 48:9, além de várias tecnologias que aprimoram o desempenho do jogo, abusando dos recursos mais recentes da NVIDIA, Intel e AMD. O jogo conta com o upscaling assistido por IA da NVIDIA DLSS3, redução de latência via NVIDIA Reflex, upscaling do Intel XeSS e AMD FSR 2.2, e vai receber suporte para AMD FSR 3 para melhorar a geração de quadros.

Jornada pelo Oeste Proibido

Caçar máquinas nas florestas de Horizon é a melhor parte do jogo
Caçar máquinas nas florestas de Horizon é a melhor parte do jogo
Foto: Horizon Forbidden West / Reprodução

O port foi feito pela Nixxes em cima da versão base de PC do jogo, desenvolvida pela Guerrilla, e é uma adaptação excelente, um verdadeiro convite para jogadores embarcarem na segunda aventura da caçadora de máquinas. Aloy parte para o oeste do que um dia foi a América do Norte em busca da cura para uma peste que está matando a vida natural no planeta. Máquinas colossais, tribos inimigas e muita ação esperam pela heroína no Oeste Proibido.

Quando Forbidden West chegou ao PS5 no começo de 2022, o jogo não me pegou tanto quanto agora. Eu já estava jogando Elden Ring, o que complicou as coisas para o lado do jogo da Guerilla, mas agora consegui dar a devida atenção para este capítulo da saga de Aloy. O começo continua lento demais para o meu gosto e é preciso dedicação para prosseguir pelo grande mapa, com a ação sendo interrompida por longos diálogos durante a campanha principal.

Leva bem umas 20 horas para chegar nas ruínas de San Francisco, a área que mais aparece no material de divulgação. A jornada até lá, porém, é muito legal e o mundo de Horizon é selvagem e original o bastante para prender a atenção. A personalidade complexa e carismática de Aloy ajudam nessa tarefa, mas o destaque mesmo é o combate contra os diversos predadores mecânicos, que permitem diferentes abordagens e são espetáculos visuais, com suas peças removíveis, líquidos brilhantes e movimentos ágeis. São nesses momentos que Horizon Forbidden West mostra suas maiores qualidades.

Vale notar que joguei com o controle do Xbox Series X|S, minha opção predileta ao jogar no computador, o que resulta numa experiência mais direta (e até simples) do que ao usar o DualSense do PS5, que conta com recursos extras nos gatilhos e no microfone embutido, mas nada que modifique completamente a experiência. Mas se você tem um DualSense, pode usá-lo no PC e todos esses recursos estarão lá.

Melhor no PC ou no PlayStation 5?

A versão PC de Forbidden West é melhor do que o jogo de PlayStation 5? Sem dúvidas. Mas a pergunta que você deveria se fazer é se Forbidden West no SEU computador é melhor do que no console da Sony. Afinal, nem todo mundo tem o hardware necessário para rodar o jogo no Ultra. Pensando nisso, a Nixxes incluiu uma série de configurações personalizáveis para deixar o jogo mais liso e garantir a diversão de um maior número de jogadores.

No meu caso, mesmo com um PC capaz de rodar tudo no máximo (segundo as especificações técnicas listadas pela Sony), eu optei por manter o jogo dentro dos aspectos "médios", garantindo uma ótima experiência em resolução 1080p e 60 quadros por segundo – especialidade da minha placa de vídeo, a acessível GeForce RTX 4060 Ti. Isso rendeu uma jogatina fluida e sem engasgos, aproveitando de forma agradável os recursos visuais que tornam o mundo de Horizon tão envolvente.

Horizon Forbidden West: Complete Edition - Nota 9
Horizon Forbidden West: Complete Edition - Nota 9
Foto: Game On / Divulgação

Horizon Forbidden West está disponível para PC, PlayStation 4 e PlayStation 5.

Fonte: Game On
Compartilhar
Publicidade
Publicidade