PUBLICIDADE

Lutas

UFC México: Brandon Royval venceu revanche contra Moreno

O UFC fez seu retorno ao México neste final de semana para realizar seus eventos, contando com forte presença dos lutadores da casa.

25 fev 2024 - 13h51
(atualizado às 13h51)
Compartilhar
Exibir comentários
Brandon Royval venceu Brandon Moreno no UFC México
Brandon Royval venceu Brandon Moreno no UFC México
Foto: Divulgação/UFC / Esporte News Mundo

O UFC fez seu retorno ao México neste final de semana para realizar seus eventos, contando com forte presença dos lutadores da casa. Um deles, Brandon Moreno, foi o astro da luta principal, enfrentando o 'xará' Brandon Royval.

Foi uma luta bem disputada, mas cujo resultado acabou decepcionando a torcida mexicana. O ex-campeão dos moscas acabou derrotado pelo americano na decisão dos juízes, em luta que pode ajudar a determinar um futuro rival para Alexandre Pantoja na categoria.

A luta

Royval esteve sempre na ofensiva durante os cinco rounds do combate, apesar de não conseguir potentes golpes em busca de um final rápido. Isto lidando com um adversário bem mais rápido e que conseguiu conectar por várias vezes a direita na região do queixo do mexicano,

A luta se mostrou bastante equilibrada, com os dois lutadores tentando achar seus melhores golpes, com a postura do americano de não se expor muito ao que o ex-campeão poderia lhe colocar em termos de pressão Os três primeiros rounds do duelo seguiram bastante nesta toada.

No quarto round, ao reagir a combinações de socos e chutes do mexicano, Royval quase complicou a vida de Moreno ao mandar um soco que chegou a balançar o ex-campeão, que foi colocado junto à grade pelo americano. 'Raw Dog' se viu, no entanto, na defensiva quando o mexicano passou a ter mais controle do round decisivo do combate

De cara, Moreno pegou bem com um soco na região do olho e tentou a queda. Depois, o americano voltou a pressionar e a mostrar seu jogo até o fim da luta, se sagrando vencedor na decisão dividida dos juízes. Após o combate, Brandon Royval desafiou Pantoja, que estava na arena para ver o combate.

- Eu sou o cara da divisão. Todo mundo quer me pegar e, falando nisso, sei que o Pantoja está aqui. Vamos lutar de novo, f.d.p - disse Royval,.

De virada, Ortega vence Yair Rodríguez

Dois ex-desafiantes ao cinturão dos penas, Brian Ortega e Yair Rodríguez, fizeram o co-main event da noite do UFC México. Também uma revanche (a primeira luta fora vencida pelo mexicano), esta começou com Rodríguez sempre em cima e pressionando o americano com socos potentes desde os primeiros segundos.

Por várias vezes, o 'Pantera' teve a possibilidade de resolver o duelo, mas 'T-City' resistia bravamente ao mexicano, que apostava fortemente na trocação. A partir do momento em que conseguiu encaixar o jogo de chão, a luta passou a virar em favor do americano, que começou a ganhar tração na luta

No terceiro round, Ortega levou novamente a luta para o chão e apostou no katagatame para tentar finalizar o duelo. Quando encaixou a manobra, não houve outra alternativa senão bater em desistência, decretando uma grande vitória de virada do americano e a manutenção do sonho em voltar a lutar pelo título.

O Brasil no México

A presença brasileira no UFC México se deu toda no card preliminar. Raoni Barcelos encarou Cristian Quiñonez para buscar voltar a vencer após duas derrotas. E nem mesmo um deslocamento de ombro, este aparentemente sofrido no primeiro round, parou o carioca, que seguiu em cima do mexicano e, no terceiro round, encaixou o mata-leão para garantir a vitória.

Depois de perder em sua estreia no Ultimate, Felipe dos Santos voltou ao octógono para enfrentar Victor Altamirano. Da Chute Boxe Diego Lima (mesmo time de Charles do Bronx), o 'Lipe Detona' fez uma 'guerra' contra o lutador da casa, indo muito bem na trocação e também no chão, com tentativas de finalização. Nem mesmo um golpe rodado do mexicano que o derrubou no segundo round fez o lutador alagoano se intimidar e, na 'batalha', levou a vitória para casa.

Outro lutador que buscou voltar às vitórias foi Mateus Bocão, que teve pela frente Jesús Aguilar. Também representante da Chute Boxe, o maranhense chegou a ter seus bons momentos diante do mexicano,, mas não conseguiu se impor diante do jogo do rival, que venceu na decisão dos juízes e deixou o brasileiro com três derrotas consecutivas,.

Daniel Miojo reencontrou Edgar Chaírez após a primeira luta entre ambos ter terminado de forma polêmica. Desta vez, não houve controvérsia, apesar do brasileiro não ter batido o peso para o combate, e o mexicano, mesmo sofrendo com o ground and pound agressivo de Miojo, sobreviveu e encaixou a finalização ainda no primeiro round. Assim o brasileiro aumentou sua sequência negativa no UFC para seis lutas (cinco derrotas e um 'no contest'), se colocando até com risco de possível demissão

Resultados UFC México - Moreno x Royval 2

Card principal

Brandon Royval venceu Brandon Moreno por decisão dividida dos juízes

Brian Ortega venceu Yair Rodríguez por finalização (0:58 do R3)

Daniel Zellhuber venceu Francisco Prado por decisão unânime dos juízes

Yazmin Jaurégui venceu Sam Hughes por decisão unânime dos juízes

Manuel Torres venceu Chris Duncan por finalização (1:46 do R1)

Card preliminar

Raoni Barcelos venceu Cristian Quiñonez por finalização (2:04 do R3)

Jesús Aguilar venceu Mateus Bocão por decisão dividida dos juízes

Edgar Chaírez venceu Daniel Miojo por finalização (2:17 do R1)

Fares Ziam venceu Claudio Puelles por decisão dividida dos juízes

Ronaldo Rodríguez venceu Denys Bondar por finalização (4:59 do R2)

Felipe 'Lipe Detona' dos Santos venceu Victor Altamirano por decisão dividida dos juízes

Muhammad Naimov venceu Erik Silva por nocaute técnico (0:44 do R1)

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Publicidade