PUBLICIDADE

Johnny Crawford (1946-2021)

1 mai 2021
0comentários
Publicidade
Foto: Divulgação/ABC / Pipoca Moderna

Johnny Crawford, um dos integrantes do Clube do Mickey original e estrela mirim da série clássica "O Homem do Rifle", morreu na quinta-feira (29/4) aos 75 anos, após contrair covid-19. Ele sofria de Alzheimer há dois anos.

John Ernest Crawford nasceu numa família de artistas - seu avô paterno trabalhou com o grande compositor Irving Berlin - e tinha apenas quatro anos quando começou a aparecer na TV como "cantor". Quando completou nove anos em 1955, entrou no Clube do Mickey, estrelando 16 episódios da 1ª temporada, de onde saiu para uma carreira de participações televisivas em séries como "O Cavaleiro Solitário" (The Lone Ranger), "Caravana" (The Wagon Train), "Paladino do Oeste" (Have Gun, Will Travel), "The Frank Sinatra Show", "The Danny Thomas Show" e muitas outras.

Em 1958, ele conseguiu o papel de Mark McCain, filho do protagonista da série "O Homem do Rifle", um rancheiro viúvo do Velho Oeste interpretado por Chuck Connors. A participação na série lhe rendeu uma indicação ao Emmy como Melhor Ator Coadjuvante em 1959, com apenas 13 anos de idade. Por sinal, a cerimônia marcou a história da família do menino, porque a mesma edição também teve indicação ao irmão de Johnny, Bobby Crawford, por sua performance num episódio de "Playhouse 90", e até para seu pai, Robert Crawford, como editor no programa "The Bob Cummings Show".

Aproveitando o sucesso de "O Homem do Rifle", o jovem Crawford gravou várias músicas e lançou alguns discos. O maior hit, "Cindy's Birthday", chegou a atingir o 8º lugar nas paradas de sucesso dos EUA em junho de 1962.

A série, porém, chegou ao fim no ano seguinte, após cinco temporadas.

Embora não tenha encontrado outro papel de destaque, o ator permaneceu na TV até os anos 1970, aparecendo nas mais diversas atrações, especialmente séries de western como "Couro Cru" (Rawhide), "Lancer", "Big Valley", "Glenn Ford é a Lei" (Cade's County) e, mais tarde, "Os Pioneiros" (Little House on the Prairie).

Ele também viveu um adolescente rebelde com destaque no filme "The Restless Ones", de 1965, e ainda apareceu na comédia sci-fi "A Cidade dos Gigantes" (1965), ao lado de Ron Howard, e no western clássico "El Dorado" (1966) com John Wayne. Mas foi convocado a lutar no Vietnã e encontrou grande dificuldade de retomar a carreira ao voltar da guerra.

Mesmo assim, ele ainda estrelou a cultuada comédia "O Macaco Nu" (1973), produzida por Hugh Hefner (o dono da Playboy) e co-estrelada por Victoria Principal (que logo depois faria "Dallas").

Nos anos 1980, ainda teve um papel recorrente na série de aventura "Crossbow: As Aventuras de Guilherme Tell", mas a esta altura já tinha praticamente abandonado a TV, devotando-se a sua outra especialidade: a música.

Ele se tornou cantor de bandas como The Nighthawks e The Johnny Crawford Dance Orchestra, devotada ao swing da era das big bands. E foi como cantor que voltou a aparecer nos cinemas em 1999, fazendo uma participação no thriller sci-fi "13º Andar". Curiosamente, ele também se tornou um membro da associação profissional de cowboys de rodeio, aproveitando que sua experiência com cavalos vinha desde a infância televisiva.

Pipoca Moderna Pipoca Moderna
Publicidade
Publicidade