0

Blindspot é sim uma das séries mais legais da Netflix

Conspirações entre governos e crimes misteriosos são o pano de fundo da trama. Ação celerada seduz quem consegue comprar a ideia.

2 mar 2019
13h06
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O começo de Blilndspot é eletrizante: uma mala é encontrada abandonada na Times Square, coração de Nova York, e coloca vários policiais em alerta com a possível ameaça de bomba. Entretanto, dentro da mala começa a sair uma mulher nua, com o corpo quase 100% tatuado e o pior: sem nenhuma memória de quem ela é ou porque está ali.

A trama começa a esquentar, pois uma das tatuagens da mulher misteriosa é nada menos que o nome de Kurt Weller (Sullivan Stapleton), agente especial do FBI, e logo o caso ganha proporções maiores quando se descobre que os desenhos em Jane Doe (Jaimie Alexander) na verdade são pistas ocultas para crimes e conspirações que estão prestes a ocorrer.

Foto: NBC / Reprodução

Além de arrebatar instantaneamente o espectador com mistérios envolvendo o alto escalão do governo dos EUA e perigosas organizações terroristas, Blindspot ganha pontos pelo carisma de seus personagens. Um grande exemplo é a simpática e inteligente agente Patterson (Ashley Johnson), responsável por ser uma espécie de Sherlock Holmes do FBI, desvendando os desenhos na pele de Jane e sempre encontrando respostas quando tudo parece perdido.

Em um primeiro momento, a história é focada apenas em resolver as tatuagens, mas o roteiro sempre inova e esse é um dos pontos fortes da série: velocidade e criatividade para resolver os arcos. Seria muito desgastante, por exemplo, se fórmula da equipe resolvendo as tatuagens fosse mantida por muitos episódios. Assim, não tem refresco: se você piscar, pode perder diálogos importantes e são muitas as reviravoltas em um curto período de tempo que levam a conclusões sempre surpreendentes.

Portanto, muita gente pode não ter fôlego para acompanhar o ritmo acelerado e não comprar a ideia de que a equipe do FBI é tão imbatível e inteligente assim. Como em toda obra de ficção, é preciso que o expectador embarque na onda. Assim, Bllindspot consegue seduzir tanto quem gosta de uma boa trama policial com tiroteios e perseguições, como também quem procura um drama mais humanizado, repleto de bons personagens e resoluções inteligentes.

Veja também:

CBLoL 2021 promete evolução no cenário
Geek
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade