2 eventos ao vivo

Conheça os monumentos da humanidade nas rotas de cruzeiros

Grandes construções, estátuas icônicas e mistérios da antiguidade podem ser vistos em excursões de navios

7 mar 2016
08h00
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Esfinge, Pirâmides de Giza, Cristo Redentor, Grande Muralha da China, Coliseu, Kremlin e Estátua da Liberdade. Todos esses monumentos e muitos outros têm em comum, além de serem belos exemplos da arquitetura mundial, o fato de serem considerados Patrimônios da Humanidade pela Unesco. E todos eles podem ser visitados por turistas a bordo de cruzeiros. Confira 18 das obras mais emblemáticas do homem para conhecer de navio.

Acrópole - Construída a partir do ano 450 a.C., a Acrópole de Atenas, na Grécia, é um dos mais importantes exemplos da arquitetura mundial. O local conta com diversas construções históricas, entre elas o Partenon e o Teatro de Dionísio.

Cristo Redentor é uma das Sete Maravilhas do Mundo Moderno
Cristo Redentor é uma das Sete Maravilhas do Mundo Moderno
Foto: dmitry_islentev/Shuterstock

Cristo Redentor - Considerado uma das Sete Maravilhas do Mundo Moderno, o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, é passeio quase obrigatório para quem desembarca na cidade. Erguida no morro do Corcovado entre 1922 e 1931, a estátua em art déco tem 38 metros de altura e pode ser vista de vários pontos da cidade.

Pirâmides de Giza - Apenas uma das Sete Maravilhas do Mundo Antigo ainda está de pé, a Pirâmide de Quéops, a principal entre as três Pirâmides de Giza, no Egito. Elas foram construídas como túmulos para faraós do antigo Egito, sendo que a mais antiga é a de Quéops, datada de 2584 a.C..

Esfinge - Na mesma cidade egípcia está outro monumento marcante da humanidade, a Esfinge de Giza. E ela fica bem próxima das pirâmides, o que permite visitar os dois locais num mesmo passeio. Considerada a maior estátua já esculpida em uma única pedra, tem sua data de construção estimada no terceiro milênio antes de Cristo. Este, no entanto, é mais um de seus mistérios. Há historiadores que acreditam que ela foi moldada 10 mil anos antes de Cristo.

Coliseu - Roma é praticamente um museu a céu aberto, mas entre seus muitos monumentos e prédios antigos, o Coliseu se destaca. Suas ruínas levam turistas de várias partes do mundo para visitá-lo e conhecer a antiga arena de batalhas entre gladiadores, escravos, prisioneiros de guerra e criminosos construída em 72 a.C., e que na época comportava até 55 mil espectadores.

Torre de Pisa - A mais famosa torre da história é um acidente arquitetônico. A Torre de Pisa, na Itália, ficou torta por uma fundação mal feita durante sua construção, em 1173. A inclinação que rende uma série de fotos engraçadas feitas por turistas tornou o belo edifício de 55 metros um dos mais icônicos do mundo.

Arco do Triunfo - Na parte oeste da Champs-Elysées, a avenida mais famosa de Paris, na França, fica um belo e famoso exemplo de arquitetura antiga, o Arco do Triunfo. Sua construção iniciou em 1806 e só foi concluída 30 anos depois, foi encomendada por Napoleão I para ser um monumento para celebrar a glória dos heróis de guerra.

Torre Eiffel - Outro cartão-postal de Paris, a Torre Eiffel originalmente deveria ter sido desmontada após sua construção. Erguida em 1889 para ser uma instalação temporária para a Exposição Mundial, a edificação com 324 metros de altura passou a dominar a paisagem da cidade e se tornou um sucesso entre turistas e moradores. Hoje ela é o lugar mais visitado da capital francesa.

Portão de Brandemburgo - Construído entre 1788 e 1791, o belo Portão de Brandemburgo era originalmente uma das entradas de Berlim, na Alemanha, mas ganhou significado especial após a queda do Muro de Berlim. Imagem emblemática da Guerra Fria e da divisão do país, foi ressignificado e hoje é conhecido como um ícone de união.

Muro de Berlim - Talvez o maior símbolo da divisão do mundo durante a Guerra Fria, o Muro de Berlim foi uma marca triste na história da humanidade entre 1961 e 1989. Por ele existir famílias e amigos foram separados em seus 155 quilômetros de extensão. Após sua demolição no final da Guerra Fria, foram mantidos alguns poucos trechos, e o seu percurso é todo tracejado no chão da cidade, para que sua triste história não seja esquecida e repetida.

Moai - A Ilha de Páscoa, no Chile, guarda um dos grandes mistérios históricos e arqueológicos do mundo, os Moai. As esculturas de grandes cabeças foram construídas entre 1200 d.C. e 1500 d.C, e são obras do povo rapanui. Segundo o que se conta, os centenas de Moai serviriam para emanar energia.

Kremlin - Palco da revolução Russa e outros momentos históricos do país e da antiga União Soviética, o Kremlin é uma obra impressionante. Construído como uma fortaleza em 1485, ele ocupa cerca de 30 hectares em Moscou nos quais estão vários ícones arquitetônicos como a Catedral de São Basílio, o Grande Palácio do Kremlin e a Praça Vermelha, que fica em frente a fortaleza e foi construída para que inimigos pudessem ser vistos ao se aproximarem.

Estátua da Liberdade - A imponente Estátua da Liberdade se tornou um símbolo dos Estados Unidos, e foi um presente da França pelo centenário da Declaração da Independência do país. Localizada hoje no Rio Hudson, em Nova York, a gigantesca obra de 93 metros de altura chegou ao país em pedaços, que foram expostos em diversas cidades enquanto o pedestal onde ela está era construído. Sua inauguração ocorreu em 1886.

Torre de Belém - Construída entre 1515 e 1519 nas margens do rio Tejo, a Torre de Belém foi um ponto de defesa de Lisboa, em Portugal. Ela é atualmente um ícone arquitetônico do país e possui influências islâmicas e orientais.

Muro das Lamentações - O Muro das Lamentações é a única parte do Templo de Heródes que resistiu ao tempo. Com 19 metros de altura, foi erguido em Jerusalém em 19 a.C., e recebe anualmente milhões de pessoas de todas as partes do mundo, que o visitam para orar. É considerado o segundo lugar mais sagrado para os judeus.

Fórum de Roma - Outro monumento muito visitado em Roma é o Fórum Romano. Suas ruínas são datadas de 54 a.C., são parte da praça encomendada pelo imperador Júlio Cesar para ampliar o antigo centro administrativo da cidade.

Construções maias - Cruzeiros no Caribe são geralmente lembrados pelas praias e sol, mas também são ótimos para quem gosta de história. Entre os destinos mais interessantes para isso está Tulum, no México, onde são encontradas ruínas de uma das raras cidades litorâneas da civilização Maia.

Grande Muralha da China - Cruzeiros pela Ásia que passam pela China oferecem excursões terrestres até a icônica Grande Muralha. Essa impressionante construção com mais de 20 mil quilômetros é considerada a maior estrutura militar do mundo. A muralha é constituída de uma série de outras fortificações, unidas a partir de 220 a.C.. Sua construção foi continuamente ampliada do século 3 antes de Cristo até o século 17 depois de Cristo, e hoje é um símbolo do país e destino turístico.

Conheça o cruzeiro que será novidade na próxima temporada Conheça o cruzeiro que será novidade na próxima temporada

Veja também:

Beirute: A mãe em trabalho de parto durante a explosão
Fonte: Canarinho Press
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade